segunda-feira, dezembro 06, 2010

Outubro

Por Lilian Buzzetto
Dezembro chegou, finalmente. Fiz aniversário, envelheci, enruguei e desconfio que o creme anti-idade para minha nova primavera custe mais caro agora. (Parabenizem-me e digam-me que continuo linda, lisa e jovem, seus desalmados! Grata.)

Enfim, Dezembro chegou e, como em todos os anos, tenho a nítida impressão que esse mês horrendo vai durar uns noventa dias, no mínimo.

Como mal-humorada-clichê que sou, detesto – com todas as poucas forças que ainda me restam nessa altura do campeonato – o mês das festas e suas festas. Na minha humilde visão, o ano seria plenamente viável com apenas 10 meses – um número redondo, bonito, satisfatório e adequado para destrinchar impostos com base anual sem a necessidade de calculadora ou dois dedos do pé.

Se o fim fosse em Outubro, eu acho que ainda teria coragem de entrar num shopping/mercado lotado e encarar filas imensas para comprar presente para parente distante, roupa branca, peru, chester, tender e os mais variados galináceos. Sairia saltitante com sacolas cheias de Sidra Cereser, Espuma de Prata, uva, abacaxi, cereja, romã, lentilha, uma árvore de natal e muitas, mas muitas bolinhas.

Em Outubro, acho que veria alguma beleza nas luzinhas espalhadas por todos os cantos que – atualmente – só servem para me dar enxaqueca. E, talvez, eu nem notasse que os prédios estão parecendo varal de pobre com decoração em varanda sim, varanda não - nas piores combinações de cores possíveis. Com esforço, eu superaria essa total falta de simetria piscando aleatoriamente.

Lá atrás, por volta do dia 300 do ano, não ficaria tão incomodada com a programação monotemática da TV que, invariavelmente, alterna especiais de cantores do século III a.C. e filmes onde há um órfão, sofrimento, sofrimento, sofrimento, mais sofrimento, uma espécie de milagre bizarro e um final feliz surreal. Talvez, eu assistisse a vinheta de “Aprendendo a Contar com Esqueceram de Mim” sem pensar que – se os filmes tivessem a mais vaga relação com a realidade – os pais do Macaulay Culkin perderiam sua guarda por irresponsabilidade recorrente e pagariam uma fortuna em terapia pro moleque.

Em meados do dia-das-crianças, eu ainda não estou cansada e amargurada a ponto de sentir ganas de jogar na cara do Gordo-Barbudo-Vestindo-Vermelho do shopping que ele é um babaca preconceituoso que só gosta e só presenteia as crianças boazinhas, que têm pais com algum dinheiro. Não desejaria ter uma forma de obrigá-lo a dar uma bicicleta-com-cestinha-e-tudo para crianças menos favorecidas que se dedicaram na escola, não se meteram em encrenca e respeitaram os pais. Acho que eu não ficaria com a esmagadora impressão de que o Papai Noel só serve para mostrar – a filhotinhos de gente de só 4 anos de idade – que decência e honestidade compensam menos se você tiver nascido pobre.

Acima de tudo, se o ano fosse menorzinho e eu não estivesse passada, possivelmente, eu não teria tanta vontade de voar no pescoço daquela criatura que exalta “Espírito de Natal” – como se meia dúzia de histórias sobre caridade, amor, paz e luz redimissem a humanidade do descuido de ter largado a Caixa de Pandora escancarada nos 11 meses anteriores.

Se essa onda de amor de Natal não me soasse como a coisa mais hipócrita que já ouvi, não mandaria à merda meu aparelho de TV por dizer que a emissora me deseja tudo-de-bom-e-mais-meio-quilo no intervalo da Retrospectiva. Eu, provavelmente, não pareceria insana ao gritar com o âncora do jornal dizendo que ele foi um filho da puta que se deleitou com a audiência gerada por todo tipo de desgraceira e que agora não adianta tentar me animar com essa mixaria de fatos iluminados que sugerem que a humanidade tem jeito. [Ô âncora, anota aí: eu vejo você e seus amiguinhos jornalistas ignorando durante todos os outros meses, várias pessoas que fazem o bem sem o tal do Espírito Natalino cutucando-lhes a bunda].

Acho que, lá em meados de Outubro, eu não sentia tanta vontade de rasgar o jornal que, mês a mês, me rouba aquela renovada fé na humanidade que eu insisto em ter após as resoluções de ano novo. Onze meses de espera por esperança me deixaram imune a qualquer tentativa de ficar subitamente feliz balançando ao som do “disco” da Simone.

Faço apenas um pedido ao Bom Velhinho: eu quero cinco minutos, numa saleta à prova de som, com o energúmeno que teve a brilhante idéia de colocar o Natal somente a cinco dias do fim do ciclo. Sozinha e com um porrete, claro.

Mas, para não estragar a alegria de ninguém, parto agora para meu casulo “dezembrístico”, onde ficarei confortavelmente isolada, garantindo minha sanidade mental e a integridade do aparelho de TV. Em Janeiro, volto com novas indignações e mimimis – menos amargos, menos agressivos, menos melancólicos. Pelo menos até o próximo Outubro.

E, para você, que consegue – Boas Festas!

40 comentários:

  1. Detesto fim de ano também e entendo perfeitamente suas frustrações. Agora, o ano acabar em outubro? Discordo veementemente! Os feriados de novembro são sensacionais pro ano acabar assim tão cedo.

    ResponderExcluir
  2. Feliz Natal pra você.
    Muito dinheiro no bolso,
    saúde pra dar e vender. #prontomevinguei

    ResponderExcluir
  3. o problema não é dezembro, é que todo fim é dificil... se fosse em outubro, outubro seria duro

    ResponderExcluir
  4. Fim de ano é melancolia na certa.... Parabéns pelo post.

    http://cantodaideia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Lilian menos rabugenta? Isso que chamaria de milagre natalino... ahuahauhauhuhauaha

    Apesar de amar o natal, eu concordei com muito do que foi dito.. ;D

    Feliz natal
    ;*

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de fim de ano, ganho presentes *-* HUAHSUAHSUHAUSHAUSHASUHAUS aaah Feliz natal pra você kk

    ResponderExcluir
  7. Que o bom velhinho coloque mais amor no seu s2 !
    kkkkk #prontomevinguei

    Feliz Natal !!! ho ho ho
    PS: Você é muito divertida !

    ResponderExcluir
  8. uahauhau... super bacana! adorei seu blog e to seguindo já.
    Feliz Natal!!!

    ResponderExcluir
  9. Acho q seriam vários enérgumenos, idéias 'geniais' assim são d autoria coletiva; é 1 merda q se constroi ao longo d tempo ºº-

    D qq modo, vai 1 conto d natal "cadê minha bicikreta?" aê http://migre.me/2LSoV pra 'calmar os ânimos ...ou não rs

    ResponderExcluir
  10. Pois é, lá para o final de outubro, quiçá um bocadinho de novembro já estava de bom tamanho... 10 meses, terminando na primavera e começando nela mesma! E bebemos SIDRA! uhahaha
    Sensacional este blog!

    ResponderExcluir
  11. hhahahahahahahaha muito bom...d+
    Faz tempo que eu não passava por aqui....
    Comentário sobre o post...
    Dezembro, pra mim, nada mais é do que mais uma das desculpas(ex: só bebo em dia de feira, 2ª feira, 3ª feira... sab. e dom. tem feira aqui perto de casa e bebo tb) que uso pra tomar mais cerveja do que tomei durante o ano todo (e olha que eu tomo ceveja hein)...
    Sou ateu não comemoro festas religiosas nem feriados e jesus nem nasceu em dezembro, provavelmente nasceu em algum dia de outubro, corroborando com sua teoria dos 10 meses...hehehe

    Até mais

    ResponderExcluir
  12. Ah, fim de ano não é tudo isso que o pessoal fala
    Todo mundo fica empolgado com as festas e inicia o ano cheio de dívidas. Vira uma grande boa de neve

    ResponderExcluir
  13. Papai Noel é um velho devasso que aparece todo final de ano para levar o nosso décimo terceiro, a fim de patrocinar o seu estilo de vida movido a orgias com duendes e veados voadores.

    Mas quem somos nós para julgá-lo? Cada um se defende como pode. E ter que vestir aquela roupa em pleno verão tropical me parece um bom castigo.

    Natal é tempo de perdoar. Quem dera os bancos perdoassem as nossas dívidas no cartão de crédito.

    Enfim...

    Gostei do texto. É bom saber que nem todas as pessoas fazem parte da “boiada”. E o seu mau humor é encantador.

    Feliz Natal.

    ResponderExcluir
  14. kkkkkkk, muito boa essa análise.
    O que dizer de uma nação que passa o ano inteiro mau, melhora tudo no carnaval e se me permitir alterar a frase no natal!
    Mas o engraçado é quando vai acabando os dias do ano,a vida fica cheia de promessas e mais promessas infindáveis como se fosse começar um novo ciclo... Esquecem por um momento do ciclo do IPVA, IPTU,do cartão de crédito, blá , blá, blá...



    passem lá> http://www.meucadernodecoisas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Taí, bom você ter questionado. Quando eu era criança, eu pensava que cada pessoa tinha um "ano" diferente. Como minha mãe faz aniversário em 31/12, eu achava que o calendário colado na geladeira de casa era só o dela, e de mais ninguém. Pois deveria. O ano deveria acabar no dia do seu aniversário e pronto. Assim, quando os prédios estiverem "parecendo varal de pobre com decoração em varanda sim, varanda não", saberíamos que estão aniversariando! E quem sabe o bom velhinho, ou qualquer um rico de bom coração metido a papai noel, poderia ir lá e deixar um presentinho surpresa de baixo da porta de um desconhecido. Esse sim é o espírito natalino que eu esperava e acreditava existir. Mas cá estou, uma ainda jovem decepcionada. E sabe qual é a parte boa e o motivo de eu mais ter gostado do seu texto? Porque o MEU aniversário É em Outubro - e é perfeito.

    ResponderExcluir
  16. Em primeiro lugar parabéns pelo seu aniversário.
    Detesto final de ano, as pessoas resolvem fazer tudo aquilo que não fizeram durante o ano, torna-se "boazinhas", pra mim é uma época de muita hipocrisia.

    ResponderExcluir
  17. muito boa sua coluna kkkkkk eu tenho umas colunas de auto ajuda e pra tu que curte ler da uma olhada em coisas de viking, pra quem curte ler é uma boa..aaa mas vim aqui pra lhe perguntar se aceitaria formar parceria.qualquer coisa entre em contato
    email e msn: muller.c.r.gomes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. mto bom o post e o seu blog tem um acabamento mto bom tmbm rsss

    visite-nos e retribua
    [b]COMENTE NA NOSSA RETROSPECTIVA DE FINAL DE ANO>> POSTS[/b]
    [i]Qual vc mais gostou?[/i]
    \/
    http://mikaelmoraes.blogspot.com/2010/12/recesso-do-blog-retrospectiva-2010-02.html
    \/
    Sigo quem me seguir
    - Basta avisar no comentário DEIXANDO O SEU LINK

    ResponderExcluir
  19. Bom não sei porque você quer que o ano tenha 10 meses acho melhor 12 como é agora agora em termo das festa eu gostou porque festas é o significado de ferias e por isso gosto muito porque eu fico de ferias...agora vim aqui retribui o comentário que você fez no meu blog...
    www.centralmbc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. A melhor parte do dezembro pra mim é que perto do dia 24 entro em recesso, que emenda com minhas queridas férias e só volto a trabalhar em fevereiro e ponto. Ruas lotadas, lojas que nem dá vontade de passar na porta, sem dizer num sem fim de gente gastando um dinheiro que não pode em compras pra ficar pagando durante o ano todo depois... não faço compras de natal, não compro presentes pra ninguém, e nem se preocupem comigo, eu mesma me presenteio, depois do natal é lógico, pq enfrentar shoppings nesses dias nem que me paguem uma boa grana.
    Era isso... Boas Festas arrobinha!!!

    Edilene

    ResponderExcluir
  21. Belo texto... Boas festa para você tambem ^^

    Aliás belo blog, estou seguindo. dê uma olhada no meu.

    Abraços,
    Marcos

    http://marcosilustra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. eu gosto dessa epoca do novo;;;gosto de ver tudo enfeitado;;;mas cada um tem sua opinião.;..e parabens...pra vc...cada ano que passa esta mas bonita rsrrs....

    ResponderExcluir
  23. Tem selinhos no meu blog para o seu!
    Passa lá para pegar!!

    ResponderExcluir
  24. www.tomcoyot.blogspot.com

    http://www.alltv.com.br

    Teatro Documentário no All TV

    ResponderExcluir
  25. Senhoooooooooooooooor, se esse ano o ano fosse menor eu tava ferrada, nem vou ter tempo de fazer tudo que preciso... mas adoraria que os proximos terminem em outubro... Por mim o natal pode ser em qualquer epoca... adooooro ganhar presentes... isso e ver a carinha de feliz da minha prima... o resto pode passar...
    Valeu Liliaaannn.... ah e parabens atrasado...
    ps. vc me abandonou, n falou comigo... sua chata...

    ResponderExcluir
  26. Tbm fiz aniversário, envelheci, dezembro sempre é tão melancólico =(

    Adorei o texto e Feliz Natal antecipado

    ResponderExcluir
  27. adoorei o post ^^
    parabéns !
    beeijos ;*

    ResponderExcluir
  28. Às vezes tenho a impressão de que o ano seri mais agradável se tivesse menos dias, mas o tempo passa rápido, muito rápido. Em contrapartida, queria que durasse mais, sei lá, mal começa o ano e já estamos em dezembro, se o tempo é mesmo relativo eu devo ser muito apressada, por os dias passam voando...
    Quanto ao espírito natalino, beem, vejo o natal como uma festa comercial -como todas as outras- a única coisa que faço nesse dia é me empanturrar de comida e refirgerantes. Nada que não possa ser feito em qualquer outro dia do ano! ;*

    ResponderExcluir
  29. Muito legal sua postagem. O que não faz o espírito natalino nas pessoas.....
    Bom Dezembro pra ti.

    ResponderExcluir
  30. Sou ateu,não comemoro natal nem feriados religiosos(so os aproveito para ficar atoa,ja que existem vou aproveitar =P)

    nossa fim de anos eu odeio .

    ResponderExcluir
  31. Como já comentei neste tópico e nos outros tbm, estou passando para desejar uma ótima tarde

    ResponderExcluir
  32. fred disse...

    Papai Noel é um velho devasso que aparece todo final de ano para levar o nosso décimo terceiro, a fim de patrocinar o seu estilo de vida movido a orgias com duendes e veados voadores.

    Mas quem somos nós para julgá-lo? Cada um se defende como pode. E ter que vestir aquela roupa em pleno verão tropical me parece um bom castigo.

    Natal é tempo de perdoar. Quem dera os bancos perdoassem as nossas dívidas no cartão de crédito.

    Enfim...

    Gostei do texto. É bom saber que nem todas as pessoas fazem parte da “boiada”. E o seu mau humor é encantador.


    [2]

    Não preciso comentar mais nada, ja fizeram por mim. Hahahaha!

    ResponderExcluir
  33. eu gosto do natal... não gosto dos especiais.. mas gosto do natal. eu gosto de comprar presentes. gosto de deixar a mesa bonita, gosto de enfeitar a arvore. Ja fiz cada prezépio que era praticamente "uma ofensa" aos espiritos natalinos... sem falar na arvore...era muito pequena.. não cabia nada... não ficava bonita, e a maioria dos enfeites estavam quebrados por conta de não sei quantas vezes minhas gatas
    (que deus as tenha) derrubaram o pinheiro tentando "matar" o pisca pisca... Parece traumatizante mas apesar de tudo eu tenho natais felizes e o resto dos dias tambem.
    Mas Natal bom é sempre com "aqueles que te importam" e não por "demagogia".. Natal para "se mostrar" são os piores e eu dispenso.

    ResponderExcluir
  34. Não sei se O Mulherices se importa com essas correntes de "selos de qualidade ou blog bonito", mas gostaria de dizer que estou presenteando o blog com 2 selos que o meu Blog ganhou e que por ventura eu tambem deveria indicar blogs para ganhar os selos tambem. eu sei que não passo aqui seguido e que por muitas vezes acabo me "esquecendo de comentar".. mas quero que saibam que quando pensei no blo Mulherices, eu realmente considerei que o blog merecia a premiação por seus textos e suas resenhas serem de excelente qualidade à agrado de um publico muito diversificado.

    http://blogkawai2.blogspot.com/2010/12/selos-selos-que-venham-mais-selos.html

    Aqui estão eles..
    obrigada pela atenção!

    ResponderExcluir
  35. sempre rio vendo papai noel e neve falsa em pleno verão...

    x]

    http://oarlecrim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  36. hehe Pois é... Essa rotina de fim de ano acaba sendo bem estressante mesmo. Nessas últimas semanas eu tenho vivido uma aventura atrás da outra... Mas no fim das contas a gente se delicia com as comidas, aproveita os presentes (alguns, né) e curte as férias da melhor maneira possível...

    Abraços!

    http://vivereler.blogspot.com/

    ResponderExcluir