domingo, março 14, 2010

Candidata

Por Stella Benevides
Pois é.

Acharam que eu seria crucificada em praça pública depois daquele meu último textinho, falando umas coisinhas sobre aquele povo que se veste de arco-íris.

Acharam. As meninas do blog acharam. Elas têm muito medo das coisas que eu escrevo, já falei isso pra vocês? Pois é, elas têm. Acho que uma vez por mês, elas se arrependem um pouco e se perguntam onde estavam com a cabeça quando convenceram “aquela velha maluca” a escrever no mesmo blog que elas. Elas não falam, mas pensam. Eu sei que pensam. E morro de rir.

Acontece que não me crucificaram, não. Bem pelo contrário. Tirando dois ou três ranhetinhas praticantes do coitadismo uma modalidade de comportamento muito na moda hoje em dia –, a esmagadora maioria escreveu dizendo que concordava com o que eu penso. Até eu fiquei surpresa. Mas depois, pensei bem e entendi o que se passa nas cabecinhas das pessoas. Acontece que muita gente se sente obrigada a concordar com certas coisas, de tanto que elas são marteladas o tempo todo, como se fossem verdades absolutas, né? Mesmo não concordando, concordam. Até que aparece uma velha maluca, fala o que pensa e é como se o ovo tivesse sido colocado em pé. Acho que é mais ou menos isso.

Sei que não me crucificaram, não me apedrejaram.

Mas a coisa mais engraçada foi outra. Mandaram um e-mail todo sério pra mim, lá pro blog. A Karina veio aqui e me mostrou. Ela teve que esperar eu parar de rir. E eu ri por uns dez minutos.

É que eu fui convidada pra entrar num partido político!

É, é!
Partido, desses que disputam eleição.
Ta certo que é um desses partidos nanicos, de gente bem estranha, com uma legenda que eu nunca tinha ouvido falar. Mas me convidaram. Segundo disseram, pela minha “capacidade de comunicação, sobretudo com a juventude” e pelo meu “pensamento independente”.

[Esperem um pouco, me deu outro ataque de riso. Já volto.]

[Pronto.]
Eu pensei em esculhambar, dizendo a eles que na instituição psiquiátrica em que eu vivo, a cota de políticos já está completa por um Hitler, um Getúlio Vargas e vários Napoleões. Mas depois, pensei bem e pedi pra Karina mandar uma resposta educadinha, dizendo que eu agradecia, mas que não estava e jamais estaria interessada.

Imaginem vocês, eu, Stella Benevides, que outro dia mesmo fui convencida, com muito custo, a tirar o pó da minha máquina de escrever pra participar de algo que eu nem sabia direito o que era, agora candidata! Aparecendo de terninho no horário político. Fazendo comício na periferia, abraçando velhinhos desdentados e pegando criancinhas melequentas no colo.

[Outro ataque de riso. Um minuto.]

[Pronto.]

Acontece que, nesse tipo de política, de partidos e de palavras bonitas, eu já deixei de acreditar há muito tempo. E, cada vez que olho em volta, que leio jornal, que penso nas pessoas que comandam e nas que podem vir a comandar esse país em futuro próximo, eu acredito menos ainda.

Esse ano vai mudar o presidente. Poderia ser um alivio, só de a gente se livrar daquele fanfarrão bizarro. Mas só de pensar nas opções, eu me sinto mais desolada ainda.
Tem a cria do fanfarrão, aquela senhora estranha, que é a cara do Cauby Peixoto. Que até outro dia era uma ilustre desconhecida. Que nunca governou coisa nenhuma. Que é daquela patota que acha o máximo lamber as botas do Fidel Castro. Dessa gente que é movida por uma tal de ideologia, que eles não aceitam de jeito nenhum que já está velha, podre e embolorada. Eles, que se auto-proclamam “heróis”, repetem a todo instante que “lutaram contra a ditadura”, mas se “esquecem” de dizer que o plano deles, naquela época, era substituir uma ditadura por outra, igual a da União Soviética, da China e, claro, de Cuba.

Essas pessoas que passaram mais de 20 anos na oposição, criticando todo mundo, se achando melhores, mais puros e mais honestos e que, bastou chegar no governo e ... pá! Meteram a mão. Flagrados na maior roubalheira de toda a história, o tal do “mensalão”. E ainda hoje, ouve-se alguns partidários fanáticos deles querendo justificar, insinuando que o roubo deles era diferente, era pra deixar o partido mais forte, pra ganhar mais eleições e, claro, continuar levando o Brasil pelo caminho do paraíso. Inauguraram por aqui o “roubo ideológico”.

Francamente.
E, se a cumpanhêra não ganhar, o presidente vai ser o careca mocorongo. Ele, que se fosse patriota, que se fosse macho, tinha ido pro pau contra o sapo barbudo na eleição de quatro anos atrás, justamente quando os cumpanhêros estavam enlameados até o pescoço, tentando explicar a roubalheira que tinham promovido. Em vez disso, ele fez o que? Largou a prefeitura que tinha acabado de assumir na mão do vice e se candidatou ao governo do Estado, que ele sabia que ia ganhar com um pé nas costas.

Aliás, São Paulo é praticamente um feudo dessa gente! Parece que são eternos, já estão aqui há dezesseis anos e querem mais. Aqui, fazem o que querem, com sua assembléia de deputadinhos amestrados, sem oposição, com todo “apoio” da mídia, que é muito bem paga com um montão de anúncios do governo na TV, no rádio e nos jornais. E esse careca, carreirista, obcecado pelo poder, mostrou pra quem conseguiu ver, a sua face de ditadorzinho demagogo, com a histeria sobre o cigarro, botando lei dentro dos estabelecimentos particulares e conseguindo o que queria: um monte de espaço pra se promover na imprensa!

Não voto nesse homem nem que ele venha em casa me pedir. Mas, se vier, antes de colocá-lo pra correr, vou me divertir, fumando muito, bem na cara dele.

Sabem o que acontece nessa pataquada toda sobre eleição? É que não vai fazer a menor diferença! Bom, se não me pregaram na cruz mês passado, é capaz que façam isso agora. Mas é o que eu penso. Do jeito que as coisas estão, quando você escolhe um candidato, na prática só está escolhendo qual o bando de filhos-da-puta que vai te roubar pelos próximos anos.

Políticos querem exatamente isso, que a gente fale muito neles e que a gente dê a eles muita importância. Mas eles não têm importância. Primeiro porque, as coisas realmente importantes, as grandes decisões que interferem na minha e na sua vida, são tomadas muito longe daqui, por gente muito mais poderosa, lá na ONU. E por pessoas ainda mais poderosas, alguns que nem políticos são, e que mandam na ONU. Ainda mais num país vaquinha-de-presépio feito o Brasil, que aceita tudo e abana o rabinho, louco pra ganhar uns presentinhos, uma copinha do mundo, uma olimpiadazinha. Esses políticos que ganham o governo aqui, não passam de uns gerentes regionais.

E segundo porque, importantes mesmo, num país, somos NÓS, que trabalhamos, geramos dinheiro e SUSTENTAMOS essa gente! Principalmente quem investe, quem abre empresa, quem planta, quem corre risco, quem dá a cara pra bater. Não faz nenhum sentido pensarmos nos políticos como nossos patrões. E é assim que eles nos fazem pensar. As coisas só mudam mesmo no dia em que a sociedade colocar esses vagabundos no lugar deles: de nossos EMPREGADOS. E aí, os governos teriam que diminuir de tamanho ao mínimo necessário, só pra gerenciar e organizar o que é NOSSO. Se eles quiserem. Se não quiserem, que encontrem outra ocupação, esses palhaços. Vão encher laje ou pegar um tanque de roupa pra lavar, pra ver se é fácil!

O que? Estão achando que eu estou fazendo discurso?
Só faltam me dizerem que, se por acaso eu enlouquecer e entrar pro partido que me convidou, vocês vão votar em mim.

Vou ali, ter mais um ataque de riso.

63 comentários:

  1. Caramba, seu blog é bem politizado... e arrisco dizer! Feminista (algumas mulheres não gostam que chamem assim XD)
    adorei aqui..
    é bem a minha cara (apesar dela usar uma mascara huhuaa)
    virei visitar sempre que puder ^^

    ResponderExcluir
  2. O que mais me fez rir foi ir aqui fuçar no google e encontrar várias fotos do Cauby e constatar: eles só podem ser irmãos!!
    Falando sério agora, o texto conseguiu transmitir o que todos nós como população pensamos e como nos acomodamos (eu também) em escolher o próximo filho da puta que vai nos roubar ... um senhor comodismo nosso que gera um baita lucro para os únicos que estão mesmo dispostos a "meter a mão na massa" ... ou seria "meter a mão no povo"?

    ResponderExcluir
  3. VAMOS LA
    PRECISAMOS DE MAIS MULHERES NA POLITICA
    HAE

    ResponderExcluir
  4. Que blog legal... Sucesso para vocês meninas. Ambas escrevem excepcionalmente bem.
    Achei graça da matéria, super franca.

    ResponderExcluir
  5. Blog super legal,sucesso para todos v6
    Parabeiins,vlw

    aceesse o meu aew e comenta lá tbm

    http://baixarstyle.blogspot.com/
    http://baixarstyle.blogspot.com/
    http://baixarstyle.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu sinceramente fico alheia de muita coisa na política (embora isso seja lapso meu). Não tenho muita esperança nos políticos brasileiros, apesar de todo falatório... As vezes me faço de surda quando o assunto é política.
    Mas confesso que me diverti com seu post =)

    ResponderExcluir
  7. Jesus! Imagine a tia Stella na política?! Bom, provocaria móóóóinta polêmica! Mas melhor mesmo tê-la por aqui, acho que faz muito mais diferença para a sociedade. Sorte nossa! ;-P

    ResponderExcluir
  8. Se você se candidatasse aqui no Rio eu votaria em você, talvez por ser tão ou mais louco que sua pessoa.
    Mas a verdade é que assim como você, eu também me sinto triste com o cenário eleitoral que se aproxima. Simplesmente eu não tenho em quem votar pra presidente. Mais triste ainda é que serei obrigado a ir lá e deixar minha opinião. Gosto de gente polêmica escrevendo porque eu também, sempre que posso, polemizo no que penso ou falo. E agora com meu blog vou poder também ter meus dias de Stella Benevides livremente!

    Fiquei muito feliz com a visita de alguma de vocês lá no meu espaço e espero que voltem sempre. Não queria tietar, mas vocês conseguiram um fã. As seguirei pra poder sempre vir aqui e ler essas maluquices sinceras!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Olá eu sou do SBT e te convido pra ser roteirista do nosso novo programa de Humor....


    Brincadeira,eu não sou nada do SBT...

    eu achei seu texto incrivel.eu não votaria na dilma nem no serra,mas eu nem sei quem mais merece meu voto.

    eu vou ler seu texto anterior pra ver como ele é!

    ResponderExcluir
  10. Stella, se você cometer a estupidez de entrar pro tal partido político, eu juro que cometo a estupidez maior ainda de votar em você! ;) hahahaah

    ResponderExcluir
  11. - Será que eu chego lá onde a Dilma está?
    acho q seria uma boa presidenta. ahaha

    adorei o texo

    ResponderExcluir
  12. Minha avó vence a Dilma com o "andador nas costas".. Minha avó tem o poder do PÁRÁRÁ e PÓRÓRÓ...

    ResponderExcluir
  13. Gostei do seu jeito de falar. Mete a boca no trombone e pronto. Eu gosto disso. Qtos aos nossos candidatos é mesmo uma lástima ter q escolher entre o menos, qse nada, pior.
    Concordo também quando vc diz q deveríamos coloca-los nos seus devidos lugares: de empregados nossos. E não ao contrário.
    Talvez quando isso acontecer, tomaremos melhor conta do que é fruto do nosso trabalho.

    ResponderExcluir
  14. Vocês são fantásticas! Gostei muito da linguagem,assunto e argumento. Mas gostei tanto que vou seguir e olha que não sigo qualquer um! Me enfeitiçaram...parabêns mulheres apaixonantes! Quanto ao post,deixa eu me recuperar da descoberta do "mulherices" pra' pensar em algo. Rs...

    ResponderExcluir
  15. Ah,se puderem,dêem uma passadinha no meu blog!
    http://linguaffiada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Muito interessante aqui. Estão de parabens!

    ResponderExcluir
  17. sei que não tem muito a ver com o post em geral, mas gostaria de chamar a atenção para uma coisa que vc chamaou de "coitadismo". acho que este é o mal do século. uma chatice. vivemos sob a égide de uma ditadura dos ofendidos! ninguém aguenta mais ficar medindo palavras para dizer qualquer coisa com qualquer pessoa.

    ABAIXO A DITADURA DOS OFENDIDOS!

    abraço,

    Adriano

    i'll follow you!

    ResponderExcluir
  18. Muito legal aki, sempre leio os posts novos, abraçoss!!

    ResponderExcluir
  19. Provavelmente esse ano eu irei anular o meu voto, pois não gosto dos candidatos, quem sabe você não aceita o convite heim?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Adorei o texto! Eu tb estou pelas tampas com os políticos brasileiros. Para mim, falar de político honesto no Brasil é o mesmo que falar de prostituta virgem. Se é honesto não é político, se é político, não é honesto. As duas coisas não funcionam juntas por aqui.

    ResponderExcluir
  21. NÃO TIVE TEMPO DE LER TODO O TEXTO, MAS AMEI AMEI AMEI O BLOG *-*
    CLARO QUE O MEU NEM SE COMPARA G.G
    MAS NÃO FAZ DOIS ANOS QUE U TENHO ELE.
    BOM, TO SEGUINDO E VO SEMPRE VISITÁ AQUI.
    BJ BJ

    ResponderExcluir
  22. Blog super legal, sucesso para todos v6

    Parabeiins,vlw

    aceesse o meu aew e comenta lá tbm

    http://publicidadesportiva.blogspot.com/
    http://publicidadesportiva.blogspot.com/
    http://publicidadesportiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Por onde começo? X) Eu comecei a ler seu post, pulei para aquele "will survive" que bancou a louca! Rsrsrs... Uma garota disse hoje pra mim chorando que estava triste e que queria que eu fosse o apoio dela hoje a noite! Eu pensei depois de ler seu post que bancar o louco seria uma boa saida! Mas, eu dei a clássica desculpa de estar em época de provas huahuaahua... Enfim, seu surto de risos por causa de ser política, de entrar para o mundo dos malucos do governo hehehe e suas explicações e tal. Caramba, escreve mesmo pois como é bom te ler! Rsrsrs

    Grande abraço, e parabéns!

    Visite meu blog, ficarei super feliz! ^^

    http://neowellblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  24. Por mim você não será cruxificada jamais! Concordo com que você disse sobre esses filhos da P... Enfim, seu texto está excelente, assim como o anterior tão polêmico quanto.

    Abraço a todas vocês!

    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Eu sou apolítico e sempre anulo. Acho que o Lula fez coisas boas e ruins, mas uma coisa que ele fez muito foi falar merda. "Este hospital é tão bom (inaugurando) que dá vontade de ficar doente".
    Mas tem que escrever o que se pensa, sempre, e esperar , geralmente, comentários cordatos a seu pensamento; reescreva negando, concordarão (a maioria) novamente.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  26. Eu acho que está faltando vc conhecer melhor os candidatos. Principalmente a Dilma. Eu não deixei de rir, mas foi pela forma que escreveu, apesar de eu ser apaixonadamente contra tudo o que escreveu.

    ResponderExcluir
  27. Stella, eu estou muito aí pra isso!!!
    Eu só tenho uma palavra pra ti, Mulher:
    FAN-TÁS-TI-CO!
    Faço minhas todas essas palavras q li...concordo plenamente e te digo mais, agora sem rir:
    ELEJA-SE! Papas na língua? Pra que?
    O blog é maravilhoso, fiquei fã e tou seguindo, afinal, não posso perder o próximo post!

    htt://meninabezerra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. depois dizem que mulher é sexo frágil!

    ResponderExcluir
  29. Parabéns pelo blog. Estou seguindo o blog de vocês.Caso gostem sigam o meu blog.
    Eu tinha um blog de política, desisti. Todo dia era atacado pelos petistas de plantão.
    Não existe político salvador da pátria.
    Como disse John Lennon - Power to the people!

    http://marcelland67.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. De um lado, Dilma:
    uma mulher que usa o câncer para se promover, e nunca concorreu a nada.
    Nada.
    Nunca ganhou um voto sequer, nem de síndica do prédio...
    Do outro, Serra.
    Duramente criticado pelos professores em São Paulo, é culpado pelas enchentes(a população não sabe jogar lixo no lixo, e não no Tietê),
    e tem postura política duvidosa, tendendo ao fisiologismo...

    ResponderExcluir
  31. Realmente, precisam muito de mais mulheres na politica, no poder...rs

    Beijinhos, adoreii :D

    ---
    www.jehjeh.com

    ResponderExcluir
  32. Mais mulheres na politica.
    Blog Rasgue o Verbo:
    http://rasgueverbo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. obrigado pelo post

    só estou divulgando agora pro pessoal conehcer quem é quem na tirinha, oq eles querem
    auhauha
    vlww

    http://umbalacobaco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  34. Uma boa crônica política de estilo bem marcante. Bom ler uma boa peça opinativa que claro não vou concordar com tudo.
    A brincadeira de comentar na comunidade de blogs do orkut já me fez entrar em cada blog de crise adolescente... uma boa página para variar dar força pra encarar a noite de insônia que me espera.

    ResponderExcluir
  35. Tisc' não tenho tempo pra ler um tempo gigante desses más pelo blog ser de mulher parabéns! *--*

    ResponderExcluir
  36. Stella
    Pra variar só um pouquinho mais uma vez seu texto está excelente.
    Está difícil mesmo escolher um candidato, não gosto de promessas quero fatos e os fatos que vemos não são grande coisa né!
    Quem está no poder que mantê-lo eternamente dentro de uma ditadura facista, quem quer pegar o poder não sabe bem pra onde ir, enfim nós patrões estamos num mato sem cachorro.
    A política do coitadismo já me cansou e muito porque não considero ninguém coitado, independente da situação quem quer chegar em algum lugar só consegue com muito trabalho (diferente do fafarrão)por isso não concordo com essa história de cotas pra isso, cotas pra aquilo.
    Quanto a ilustra candidata na época da ditadura militar estava nas ruas, na luta armada mas para conseguir o poder à base da força e fazer do nosso país uma Cuba.

    ResponderExcluir
  37. Nossa eu ia comentar o texto, mas vi um comentário de uma pessoa dizendo que sempre anula seus votos e eu fico tão indignado com isso. É o tipo de pessoa que depois quer cobrar alguma coisa e fica indignado quando não é atendido: PORRA essa galera que arria as calças e fica em cima do muro não tem nem o direito de cobrar nada.

    Desculpe comentar o comentário agora falando do seu texto ele está ótimo só que acho uma coisa vivemos em uma "democracia" logo eles não são nossos chefes, mas são nossos representantes então temos que dar valor e saber cobrar das pessoas que colocamos lá, agora se isso funciona ou não é outra história. Nesta república Macunaímica tudo que devia dar certo é desvirtuado.

    ResponderExcluir
  38. ok!!! vocês ja devem estar cansada de ler isso que eu vou dizer! mais aí vai:
    Adorei o Blog, os textos muito inteligentes, não concordo com tudo. Mais gostei muito do que vi e li.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  39. hahaha, adorei a comparacao de dilma e cauby peixoto!

    nao vou votar em nenhum dos grandes, meu candidato ate o momento esta com pouca intecao de votos!

    ResponderExcluir
  40. gostei do seu blog...textos inteligentes, claro q nem tudo q li concorde...mais nussa mto boas as suas ideias....mesmo!
    parabens pelo blog!!!

    me visita la
    http://asminhastrilhassonoras.blogspot.com/2010/03/banda-aldora-video-exclusivo.html#comments

    ResponderExcluir
  41. HUAHUAHAUHAU Só tratando a política com humor mesmo para eu ler um texto de mais de 10 linhas. (brinks) Parabéns! Às vezes eu prefiro ser o alienado do que bancar o idiota tentando entender este mundo paralelo. O amigo ai de cima ficou puto porque o outro disse que vota em branco. HUAHUAHUAHAU Dá pra rir até com os comentários. Eu amo o Brasil e suas bizarrices.

    ResponderExcluir
  42. Muito bom, vc leva jeito.
    E eu to rindo muito também!

    Brasil, o país da ironia! ¬¬'

    http://blogdomarcolinoo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  43. Se te pregarem na cruz, terão que pregar muitos outros, pois o que você "falou" é o que realmente acontece. A eleição é apenas a escolha dos próximos ladrões. Esses politicozinhos só vão aprender mesmo quando estiverem em seus devidos lugares, ou seja, o de empregados. Eles não podem ser considerados gente da gente.

    ResponderExcluir
  44. Oi, eu gosto de whisky e parei de colecionar cinzeiros. Gostei de ti só pelo fato de não aceitar ser política. Espero que continue assim. Abraços.

    ResponderExcluir
  45. Bom blog, texto maneiros e grandes ideias.
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  46. como é longo, e tão cheio de informações. confesso não li tudo, por isso não vou comentar muita coisa agora, volto depois comc alma pra ler com atenção viu! pelo pouco que li, adorei.
    te mais ;*

    ResponderExcluir
  47. pelo pouco que li adorei [2]
    visita?
    http://walkingoncircles.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  48. fantástico o post. concordo em gênero, número e grau. acho que as mulheres podem sim concorrer a cargos políticos, mas ainda acredito que para ser presidente é necessário um histórico. pra mim essa senhora como vc mesma disse não tem capacidade e mto menos empatia para um cargo ao qual pleteia. Serra! ai meu Deus! dificil falar dele. apesar da sua história política falta o fervor de um político afim de mudar os rumos do país. só posso afirmar que estamos de mãos e pés amarrados. ah! pelo discurso eu votaria em vc... hehehehe

    http://blog-do-faibis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  49. Se eu disser que votaria seria tão louco assim?

    Você me fez ver a política por novas perspectivas, nunca tinha pensado dessa forma. Valeu!

    ResponderExcluir
  50. Tá difícil escolher candidato para votar esse ano

    ResponderExcluir
  51. Independente der ser mulher ou não, o importante é ser bom. Como para eu nesse meio não há cordeiro, tanto faz quem ganhe.
    Um paralelo: acho muito legal o Obama ser o primeiro negro a presidenciar a América; mas, deve ser cobrado como qualquer outro; se não o for será uma forma de preconceito.

    abç
    Pobre esponja

    ResponderExcluir
  52. Se toda a mulher fosse politica,eu acho que ficaria muito complicado fazer qualquer coisa no brasil.
    mas por outro lado tudo funcionaria direitinho.

    ResponderExcluir
  53. Os comentários "coitadistas" me tiram a "alegria" de ler esse texto. Gente que concordariam com o que estivesse escrito ai: essa ideia ou a contraria. Gente que só sabe falar que os politicos sao maus mas nao sabem dizer o pq, nem o que significa isso... e o pior, nao fazem nada para mudar essa situaçao, simplesmente acham que fazem parte dos "coitadinhos" do povo, que sao explorados pelos politicos, mas se os mesmos oferecerem qualquer bolsa fome, aceitariam na mesma hora. Afinal, um só nao faz diferenca, nao é mesmo?!

    ResponderExcluir
  54. Oi, boa noite.

    Eu concordo com você. Ah! Li o seu texto que você pensou que seria crucificada há alguns meses. Gostei. Aplaudi até com os pés.

    Mas essa sua despeita contra o Serra é só porcausa das campanhas dele contra o tabagismo ou você tem outro motivo que não esteja relacionado ao seu vício? rsrs

    Mas gostei do texto. Como sempre concordo com você em parte. A propósito, que idade você tem mesmo?rs

    ResponderExcluir
  55. "Do jeito que as coisas estão, quando você escolhe um candidato, na prática só está escolhendo qual o bando de filhos-da-puta que vai te roubar pelos próximos anos."

    Essa frase deveria vir escrita abaixo dos nomes dos candidatos no horário eleitoral.

    Seus textos são incríveis...

    A verdade é que me deixaram com a sensação de que sou apenas uma "moranguinho" com algumas opiniões(a boneca Moranguinho, nenhuma dessas mulheres frutas pelo amor de Deus...porque me falta a bunda...mas ainda tenho um cérebro que costuma funcionar)
    Enfim...voltarei sempre a cada próxima coluna!

    ResponderExcluir
  56. "Do jeito que as coisas estão, quando você escolhe um candidato, na prática só está escolhendo qual o bando de filhos-da-puta que vai te roubar pelos próximos anos."

    É...mas fato é que não dá para se isentar também da responsabilidade de escolher um entre eles.Acredito que "voto nulo não anula nada".

    E apesar das críticas, eles têm importância sim, e realmente devemos ter a visão de que eles "são nossos "empregados",assim, olharíamos como recrutadores de Rh...eu faço isso para escolher...e lógico, "cada um sabe onde o calo aperta".
    Eu...voto na Dilma ese ano.

    ResponderExcluir