sexta-feira, abril 08, 2011

Cu

Por Stella Benevides

Houve um tempo – e para quem tem minha idade parece bem pouco tempo – em que era proibido ter opinião. E isso acontecia aqui. É, aqui mesmo, nesse mesmo Brasil. Acontecia também, e ao mesmo tempo, em todos os países vizinhos. Mas, pra não complicar muito, vamos ficar só por aqui, na mãe gentil, pátria amada, Brasil.

Funcionava assim: havia o governo e ninguém podia ser contra. Quem era contra e cometia o absurdo de dizer isso em público, corria o risco de ser preso e levar muita porrada. Teve gente até, que de tanta porrada que levou, desintegrou, sumiu e nunca mais voltou pra casa.

E quem era contra o governo, mesmo que fosse contra bem caladinho, escondido dentro de casa, não estava livre de ser considerado um inimigo do Brasil. É, porque se a pessoa tivesse em casa, por exemplo, determinados livros que fossem considerados “subversivos”, e se algum x-9 denunciasse, os homens do governo podiam invadir a casa do infeliz e levá-lo pra interrogatório e pra porrada. O governo era tão bravo que não permitia que as pessoas sequer pensassem contra ele!

E música então? Nossa! Naquele tempo havia uns compositores que tinham a cara-de-pau de fazer músicas falando mal do governo! E uns, mais malandros ainda, que disfarçavam falando através de metáforas. Aí, quando as pessoas do governo percebiam, censuravam, proibiam, recolhiam os discos, não deixavam ninguém ouvir. E, se precisassem, também recolhiam o caboclo autor da música e sumiam com ele por uns tempos.

E políticos de oposição que tinham a coragem de criticar o governo? Ih, coitados! Esses, quando tinham sorte, apenas perdiam os mandatos. Eram cassados. Outros eram caçados mesmo. Alguns também sumiram para sempre.

Criaram até um slogan: Brasil, ame-o ou deixe-o!

É, porque era assim que a banda tocava: você tinha que concordar, era obrigatório. E ai de quem não aceitasse!

Então. Ainda bem que esse tempo passou. Hoje é tudo diferente. Que bacana. Hoje todo mundo pode pensar o que quiser. E tem toda liberdade pra expressar o que pensa. Democracia, né? Óh, que bacana! Como somos felizes. Viva, viva!

Mas esses dias aconteceu uma coisa pitoresca. Um grupo de teatro foi apresentar uma peça no Piauí. E um ator, de quem eu nunca tinha ouvido falar, escreveu uma gracinha na tal da internet: lembrando uma música muito antiga do Juca Chaves, disse, em outras palavras, que o Piauí é o cu do mundo.

Nossa! Foi um escarcéu! Alguns piauienses ficaram possessos e começaram a protestar. Logo, outros piauienses muito bravos aderiram à indignação e começaram a xingar o tal ator. Não demorou nada pra um político espertalhão perceber que o movimento era uma boa chance pra se promover e propôs que o tal grupo de teatro fosse proibido de se apresentar no Piauí!

Óia! Mas esse negócio de proibir quem fala mal não tinha acabado? Pois é, também estranhei.

Eu nunca fui ao Piauí, mas estou certa de que o povo de lá tem todos os motivos do mundo pra se orgulhar do estado que, afinal, é praticamente a locomotiva do Brasil, como provam todos os dados disponibilizados pelo IBGE: saúde pública e educação, por exemplo, primam pela excelência! Também tenho certeza de que os piauienses não têm nada mais pelo que protestar, porque seus honestíssimos e competentes políticos jamais dão uma bola fora, sempre trabalhando incansavelmente pelo bem comum. Né?

Pois é. Mas achei estranha essa gritaria ufanista. Proibir? Como assim?? Não seria muito mais sensato simplesmente – e democraticamente – boicotar a tal da peça? Simples: era só ninguém ir, pronto!

Nem sei como acabou o caso. Nem sei se a peça aconteceu ou não. Mas achei essa história muito esquisitinha. Tudo por causa de uma brincadeira idiota. Provavelmente vão lançar em breve o slogan “Piauí, ame-o ou deixe-o!”. E aí o Juca Chaves e o tal ator fanfarrão estarão exilados e jamais poderão pisar em terras piauienses. Coitados. Devem estar arrasados.

Mas caso pior foi todo o bafafá sobre as declarações do deputado-milico, naquele programa de TV onde uns humoristas de segunda categoria acham que fazem jornalismo. O curioso é que ele não falou nada de novo, nada que já não ande falando por aí há séculos. Curiosa é a reação das pessoas de miolo mole. Gente que não nota que está reagindo exatamente da maneira que quem montou aquele circo esperava que reagissem! Gente que se comporta como gado.

Também não posso acreditar que o deputado caiu numa armadilha e que, coitadinho, acabou massacrado pela tal da “opinião pública”. Ele é um pilantrão, sabia o que iria acontecer e está morrendo de rir com a promoção que está tendo.

Nem vou entrar no mérito da questão. Vocês já sabem o que eu penso sobre isso. Faz mas de um ano, escrevi “Vespeiro” aqui no Mulherices. Vai lá e lê, se você quiser.

O que me deixa estarrecida é a legião de gente por aí pedindo punição para o sujeito. Exigindo sua cassação. Gritando “fora fulano”. Pedindo cadeia.

Heim? Heim?

Calma aí! Eu já vi esse filme!

Quem agia assim era a ditadura militar. Pensou diferente? Prende, cassa, expurga, some com o cara! Cala a boca dele, não deixa ele falar. Se possível, não deixa ele pensar!

Onde é que nós estamos?

Em que tempo estamos vivendo?

Acho muito curioso que justamente aqueles que passaram tanto tempo se colocando no papel de “vítimas”, agora estejam se tornando agressores. Não querem mais conquistar direitos: querem vingança!

“Gay”, palavra que originalmente era sinônimo de alegria e que remetia a uma idéia de transgressão e rebeldia, agora se tornou outra coisa. Viraram um povo chato, ranheta, ranzinza, uns raivosinhos sem nenhuma graça, mais parecendo uns fundamentalistas que querem fazer os outros engolirem à força a idéia de que eles são uma espécie de super-humanos ou de super-cidadãos. Sempre prontos a te esfregarem os “direitos” deles na sua cara e a falarem sobre uma tal “lei”.

Lei, aliás, que nem existe.

Imagina o que vai acontecer nesse país se ela um dia existir?

Claro que os donos do circo e dos holofotes é que comandam o espetáculo, enquanto uma imensa manada de bobos apenas faz o que deles se espera, mugindo feito gado.

Querem ser aceitos à força? Querem ser amados pela via legal? Vocês realmente acham que isso pode dar certo? Debaixo desse arco-íris vamos acabar conduzidos para um tempo de trevas de fazer inveja às piores ditaduras.

Para os patrulheirinhos de plantão, um aviso da tia Stella.

Pensem dez vezes antes de saírem por aí colando rótulos nas testas das pessoas e antes de xingarem os outros a torto e a direito de “racista”, “homofóbico” ou sei lá mais o quê. Porque enquanto tem gente muito poderosa fazendo vocês de massa de manobra, eu vou te dizer de um crime que já existe: é o crime de injúria. E a hora em que gente séria se sentir ofendida e começar a processar vocês, de onde é que vocês vão tirar grana pra pagar indenizações?

O aviso é pra vocês pensarem bem em que tipo de coisa, em que tipo de “movimento” estão se metendo.

E isso vale pra você, se você for um piauiense rabugento, mal humorado e orgulhoso ou se for um militante-ativista-raivosinho do movimento GLTBWXYZ² e, tanto em um caso quanto em outro, resolveu um belo dia que deveria usar o cu como bandeira.

(*) A figura no alto da postagem é de uma formação rochosa no Parque das Sete Cidades, no Piauí. Dona Stella Benevides disse que nada ilustraria melhor o texto... 

44 comentários:

  1. E olha só, o primeiro comentário é justamente de uma piauiense!
    Concordo com a tia Stella em alguns pontos, acho que esse espetáculo que se faz em redes sociais sempre polemizando assuntos que não merecem tanta atenção é de um vazio enorme. Quem se sentiu incomodado, ofendido, agredido, poderia simplesmente não ter ido à apresentação teatral. Simples.
    Por outro lado, acho que as pessoas precisam tirar suas máscaras em relação ao que pensam de verdade. Atirar pedras em alguém que pensa diferente não é liberdade. Nunca foi e nunca será. Essas declarações infelizes que vem sendo alvo de redes como o Twitter (Fatos recentes envolvendo Thomas Restart, Sonia Abrão, Marauê, etc...) apenas mostram como em alguns momentos as pessoas se mostram de fato como são, as máscaras caem e o preconceito velado e escondido sob sete chaves surge. Aí já viu, né?! Banalização do óbvio.

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente nao concordo com esses preconceitos da sociedade gente pq td isso somos um pais livre uma naçao livre nao deveria existir precondeito.

    http://desenhodireito.blogspot.com/2011/04/desenho-de-observacao-violao.html#comments

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post. Mostra bem a realidade e as consequências. Pra mim preconceito sempre vai existir, porque sempre tem alguém do contra que não aceita.

    ResponderExcluir
  4. Rubia Ferreira (http://chasquento.blogspot.com/)


    Meu pai dizia que época boa era a da ditadura.
    Há muito o que se discutir sobre isso.
    Mas sobre a última parte, dos gay, homofóbicos, etc, é TOTALMENTE verídico. Tá virando palhaçada demais. E sobre eles serem Massa de Manobra, foi MUITO bom ter citado isso... Pra abrir os olhos de vez desse povo. Usar a expressão "Massa de manobra" só me fez confirmar a minha opinião sobre tudo isso.
    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  5. NÃO SOU DO PIAUÍ, MAS FICARIA PUTO SE ALGUÉM DISSESEE ISSO DE ARACAJU. MAS COMO O POVO DAQUI É PACÍFICO, É BEM CAPAZ DESSES MERDAS AQUI IREM ASSISTIR ESSA PEÇA.

    ResponderExcluir
  6. Sou piauiense e concordo com tudo! Fui massacrada por meus conterrâneos quando critiquei o posicionamento dos políticos em relação ao caso, e todos me disseram: "Se você não gosta do seu Estado, vá embora!" Pois é. Democracia e liberdade é isso aí!

    ResponderExcluir
  7. Blog muito bem escrito, muito bem humorado, muito bem elaborado...tenho realmente muitos superlativos para ele. Layout agradável, detalhes originais e criativos. Mas acho que seus 600 seguidores já provam isso sem que eu precise afirmar.Parabéns.
    Sayuri(orkut)
    http://coisasdesayuri.blogspot.com/p/fuba.html

    ResponderExcluir
  8. Mulher!!! seu blog é um maximo.
    gostei muito....
    abraçs e sucesso

    ResponderExcluir
  9. Fatima Perez Codonho10 de abril de 2011 06:06

    Parabens! Pela coragem, coerencia e competencia ao expressar a opinião de MUITOS brasileiros que compartilham de sua opinião mas não teem sua coragem pelo medo de serem cassados ou caçados..rs.
    Que deja´vu não?!?!

    ResponderExcluir
  10. Acho que o mundo anda muito mal-humorado. Qualquer comentário descuidado - intencional ou não - já vira motivo para uma acusação de preconceito.
    Liberdade de expressão!

    ResponderExcluir
  11. Esses acontecimentos não são da minha época na verdade eles começaram no dia do meu aniversário de um ano da minha mãe de março 31/03/1964...

    Muitas pessoas são totalmente manipuladas e conduzidas a pensar como a massa, não expõe suas opiniões pessoais, só acompanham a boiada.

    Meu blog não fala somente sobre nutrição, tem algumas críticas comportamentais,
    Volte mais vezes para conferir. ( adorei sua visita)

    Gostei do deu blog estou seguindo.

    http://papiando-adoidado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Concordo com algumas posturas do texto, liberdade pra falar sempre. Meu direito sempre acaba quando começa o seu. Isso é fato.
    Vivemos numa democracia mentirosa, isso também é fato.
    Enfim, concordo com muito pouco do que foi dito.
    E no fim, me pareceu mais um texto "intelectual-cult" que pretende dizer que todos são manobrados e blá-blá-blá..

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto'
    O blogger inteiro
    Primeiro o nome me é familiar (tenho um blogger q chama MENINICES' kkkkkk)
    Adorei mesmo
    parabens
    sucesso!

    ResponderExcluir
  14. Hum, ótimo post, parabéns.
    Concordo, temos que ter liberdade de expressão, eu falo e não to nem ai, é o que eu penso não é? os tempos mudaram... Penso assim.
    Parabéns pelo blog, muuito bom !
    Aaaah, e a culpa não é minha se quando você comer um algodão doce lembrar do cachorro, a culpa é do dono do cachorro ! haha
    Abraços,
    www.cotidianoduplex.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Os assuntos discutido neste blog são abordados de uma maneira fácil e bem humorada. Muito bom!

    Sigo o blog e espero a visita de vocês.

    Bjão!

    http://poisonmandyfpb.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Sou gay, não-militante.

    Seu blog é muito legal. Concordo com tudo no texto, lógico que a melhor forma (e democrática) para o caso seria ninguém ir ao teatro, e não a peça ser proibida.

    Cabe sim a auto-crítica ao Piauí, mas qlqr um se sentiria ofendido.

    Quanto aos gays, meu caso, também sou contra fanatismos. Mas só é quem gay sabe é o que é crescer gay. As coisas melhoraram muito e sem exageros devem mudar sim. Pago os mesmos impostos que todos e quero casar e poder deixar meu marido e filhos como herdeiros. É legítimo querer segurança jurídica e patrimonial.

    Parabéns!

    http://odesbunde.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Como sempre, só tenho elogios para os textos escritos aqui! Todos mto bem escritos e com bons temas! Mais uma vez, parabéns!
    abraço

    ResponderExcluir
  18. Ótimo texto.
    Não gosto de ´reconceitos somos livre para fazer de o que quisermo de nossas vidas, então ninguém tem o direito de intervir ou julgar e apontar o que é certo ou errado.
    Afinal o mundo nunca esteve certo \o/

    Visita-me
    http://yullapankeka.blogspot.com/
    BJUS

    ResponderExcluir
  19. Achei seu blog mt interessant e estou seguindo-o!

    qnd tiver um tempinho, de uma passadinha no meu?


    bjooos

    http://cabecafeminina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. As vezes as pessoas se perdem no meio de tanto falso moralismo, se esforçam tanto prá fazer uma imagem que nem notam quando a máscara cai, heheh. "Fala demais por não ter nada a dizer!" Gostei do texto e do seu blog todo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  21. É de uma tamanha lucidez que chega a dar inveja, viu.

    ResponderExcluir
  22. Olá, dei muita risada e gostei muito da forma como tratou assuntos sérios de uma forma mais descontraida. Alguns desses moleques de hoje em dia que nunca ouviu falar ou nunca deu importanci a história da ditadura, deveria dar uma olhada nesse seu post. E não só por esse assunto, tão bem abordado, mas pela forma que trouxe isso a assuntos atuais.

    Atenciosamente, SRed!

    ResponderExcluir
  23. ...Infelismente a época e as lutas nos tempos da ditadura não fizeram com que as pessoas que possuem sua opinião continuam na mesma posição sempre... Hoje o interesse pessoal ultrapassa ao interesse do coletivo e quem esperava outra decisão é que se dane.....

    ResponderExcluir
  24. pois é redes sociais banalizam certas coisas que nem modismo seria a palavra certa pra dizer o que é...

    bom saber q o mulherices continua firme e forte, é isso ai

    bj

    http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. O estranho nesse dia é que só pessoas do povão tavam fazendo perguntas a este famigerado deputado,lá no programa, aí, de repente a pergunta que mais causou polêmica foi justamente da Preta Gil que é um pouco mais conhecida...é estranho isso...

    O post e o blog são ótimos...parabéns.

    ResponderExcluir
  27. Oxi, o povo anda muito revoltadinho com qualquer coisa, teve aquele caso tbm do moleque retardado do Restart que falou que queria tocar na amazonia, que nem sabia se lá tinha civilização e bla bla bla. O povo de lá queria a cabeça dele, e o pior que o único erro dele foi nascer com a metade(ruim) do cérebro e ter um microfone e uma camera na frente... Nem falou nada ofensivo. Enfim, o povo diz que ama a liberdade mas adora querer calar os outros quando falam coisas que não agradam.

    Se for possível, visitem o meu humilde blog :D

    http://insidemyhead13.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. http://mulhermaravilhamoderna.blogspot.com

    /algumas coisas ainda nao mudaram no brasil...

    adorei seu blog e o nome dele!

    bjos

    ResponderExcluir
  30. http://mulhermaravilhamoderna.blogspot.com

    algumas coisas ainda nao mudaram no brasil...

    adorei seu blog e o nome dele!

    bjos

    ResponderExcluir
  31. Uau muito amssa esse é um dos motivos que fazem as brasileiras serem as melhores do mundo.
    Seu blog é simplesmente demais.
    Ps: Adorei a descrição: Quem é meiga é a Hello Kitty.
    Quando puder dá uma passada lá no meu blog: http://tennagee.blogspot.com/
    Aguardando vc lá.XD

    ResponderExcluir
  32. Todo e qualquer tipo de preconceito é horrivel. Eu sempre que posso e tenho oportunidade, aquio estou para dá uma espiadinha basica nmo seu blog. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  33. gostei do comentário -> Quem é meiga é a Hello Kitty. - haha.. realmente o brasil ainda não mudou totalmente.. sempre fica uns resíduos que não querem sair.. ou o povo que não quer tirar... eu realmente não entendo a cabeça do ser humano..
    cada dia mais louco e obsecado.. impressionante.. isto me choca!! Não vejo nada de liberdade do povo. realmente.. ainda não temos.. tudo bein que não é como antigamente. mais tem mtas coisas que ainda nos prende!! Beziitos.. dê uma olhadinha no meu qdo puder.. ^^ http://thaishsouza.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  34. Muito legal o blog
    interessante o post
    vc está de parabéns
    vlw
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  35. Democracia, tá aí uma palavra que parece ter vários significados dependendo de cada situação, direito à livre expressão? Tá bom, só na constituição mesmo,pois na prática quando se fala o que pensa é reprimido, coagido, mas ainda bem que temos pessoas que assim como você, tem a coragem de dar suas opiniões sme medo de qualquer crítica. Por essas e outras convido-a a conhecer meu blog.

    ResponderExcluir
  36. Eu sinceramente sou contra esses preconceitos que de certa forma são incentivados pelo governo e tal, meio que fazendo parte da história.Não existe a verdadeira democracia, igualdade e liberdade de expressão que são coisas que dizem ser direito de todos.Chega a ser ridículo, pois se você critíca algo com críticas inteligentes, inova ou algo assim ao invés de serem ouvidas são reprimidas.

    O blog está de parabéns pois está muito interessante e se mostrar um local livre onde os textos são ousados e bem formulados

    A convido pra conhecer meu pequenino blog onde divulgo minhas ideias > http://andre41-underclasshero.blogspot.com/

    Boa noite e bom feriado

    ResponderExcluir
  37. Reclamo que nasci no ano errado, (beatlemaníaco até os dentes) mas acho que podia ter pego a ditadura.
    Tinha a censura de músicas, que se alguém queria lançar uma música passava por um cara que verificava. E teve aquela "Pai, afasta de mim esse cale-se" que passou porque o idiota do censurador achou que era "cálice".
    Mas enfim, parabéns pelo blog, pelo texto.

    ResponderExcluir
  38. Parabéns pelo blog.

    http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  39. Ditadura Militar , Santa inquisição , Revolução RUssa (Stálin) , China...todas tem em comum a repressão , a censura como forma de manter a sua ideologia e seu regime de governo. Em relação ao Piauí penso mais como Oportunismo puro por parte do deputado e da imprensa. O que aconteceria se eu disser que minha cidade é o cú do mundo ou uma merda? Azar..alguns irão concordar e outros criticar, mas a opinião é de cada um. Igual cú , cada um tem o seu.

    ResponderExcluir
  40. to seguindo segue tambem


    http://alex-jogosdepc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  41. Mas essa mania de querer proibir os outros de pensar é um comportamento que ultrapassa a esfera política e está muito enraizado na própria cultura nacional.

    Vide os blogs, um meio onde muitos vão até o orkut pedir o seu comentário, ou seja, pedir para q vc leia o seu conteúdo e expresse a sua opinião, mas q qdo vc o faz, acham q tem o direito de exigir q vc pense sobre o seu conteúdo a mesma coisa q quem publicou, pouco importando se o texto é burro, cheio de erros, clichê, etc...

    Tem quem, num acesso de falta de semancol, vá até o blog de quem emitiu a opinião pra xingar e tem quem queira proibir esse ou aquele cidadão de comentar no seu blog, em vez de simplesmente apagar aquilo q não lhe convém. Tem até mesmo quem, numa total falta de senso de ridículo, queira fazer campanha pra boicotar esse ou aquel blogueiro, como se a opinião de meia dúzia de moscas-mortas proselitistas pudesse fazer frente ao calejamento de quem há quase uma década perambula pelos meios virtuais aprimorando a técnica e escrevendo a própria opinião.

    Sobre os gays, é seu direito ser tratado em pé de igualdade com qqer outro cidadão, e esse tipo de pregação retrógrada sobre os "privilégios" dos homossexuais não faz o menor sentido. Privilégio do q? De não ser agredido, xingado e humilhado em público por um comportamento q diz respeito apenas à sua própria vida? Esse é o tratamento q qqer cidadão brasileiro deveria ter, e se apenas certos grupos conseguem ter a força e organização para reivindicá-lo, melhor para eles.

    Q sirvam de exemplo para todos os outros setores sociais q se sentirem de alguma forma legalmente discriminados, para q, ao invés de perder tempo criticando e tentando puxar o tapete de quem consegue ter seus direitos atendidos, tbm se organizem e façam valer a sua cidadania.

    ResponderExcluir
  42. Tem um trecho da música 'Na sua estante' da cantora Pitty que eu acho muito legal para se refletir:

    Te vejo errando e isso não é pecado,
    Exceto quando faz outra pessoa sangrar!

    Assim que eu penso e que acho mais digno das pessoas agirem, ninguém tem a obrigação de se tornar um amigo intimo de um (a) homossexual! Mais antes do direito à liberdade de expressão deveria se pensar no uso do respeito como parte das declarações!
    Achei muito válida sua reflexão para uma pessoa que acredito que não viveu na pele o escárnio, a ironia, o desrespeito, a humilhação e etc de coisas somente por aparentar ser gay!
    Acho complicado quando vc fala sobre massa de manobra, não vejo pq, não me acho bobo... ô meu Deus, meu maior desejo hoje era poder sair na rua de mãos dadas com meu namorado sem correr o risco de levar no mínimo uma pedrada... Não sou dramático, nem falei em morte.
    E achei de muito mau gosto o uso da bandeira gay como mordaça... mas td bem... em nenhum momento vc desrespeitou os (as) homossexuais e isso é o que importa, como eu queria que toda liberdade de expressão fosse assim, olha, não queria nenhum discurso Nazista como liberdade de expressão, imagina só... uma declaração nazista de um deputado. Qual seria a manifestação das pessoas? Gritariam e diriam não à mordaça dos anti-nazistas!
    Me desculpa, mas se for para eu ser tachado como bobo enquanto "jogo na cara" das pessoas meus "direitos" como um outro qualquer continuarei sendo "bobo" e "massa de manobra".

    E viva a Liberdade de Expressão! 8D

    @sr_ramon

    ResponderExcluir
  43. Stela: somente agora encontrei seu blog. saiba que meu único desejo é ser respeitado, é amar, é nao ser mais vítima do crime de ódio, é nao ser assassinado como foi um amigo meu aqui, apenas e tão somente porque nasceu gay.nao sou massa de manobra. nao sou fanático. nao sou fundamentalista. nem chato, nem ranzinza, nem nada disso que voce escreveu aí. sou apenas um gay, que nasceu gay e que deseja ser feliz. queria ter seu e-mail pessoal, para continuarmos refletindo e quem sabe virarmos amigo, pois, apesar de tudo, reconheço, voce escreve muito bem. apenas equivocada e ofensiva, mas escreve bem. abraço forte. ass: rogeriolibanio@hotmail.com

    ResponderExcluir