sábado, fevereiro 26, 2011

Carnavalizo

Por Karina Lima

Podem me recriminar, mas assumo pra quem quiser ouvir: eu carnavalizo. Sou ré confessa, e com minhas lentes super-poderosas vejo poesia e beleza nas mil-cores das avenidas tomadas pela massa, sou grata à quase obrigação de ter uma data marcada pra diminuir a carga medonha que a vida exerce, e até me emociona sentir a percursão que ecoa forte a ponto de vibrar dentro da gente.

Você pode torcer o nariz, mas eu carnavalizo.

Por muitos anos, talvez por 25 dos meus vinteeset...oops, vinte e poucos de vida, passei carnavais inteiros no melhor dos estilos alternativos: lagartixando na piscina de um sítio, vendo DVDs de animações da Pixar, dormindo por algumas horas a mais numa rede. Sem culpa nenhuma, nem me gabando por deter uma pseudo-intelectualidade, ou torrando a paciência e cuspindo opiniões preconceituosas aos amigos foliões. Digam o que quiserem, mas vejo a Ivete Sangalo embalar multidões e admiro o magnetismo e energia que nela moram através dos ritmos vibrantes que arrastam o povo todo. Letra? Tem não, meu rei. É só pra pular mesmo. Não há intenção de imprimir inteligência nesse lance. Certo, depravação é outro assunto, vulgaridade também é. Mas não sejamos tão radicais ou, pelo menos, que sejamos só às vezes.

Você vai caçoar que no meu iPod deve tocar “Vounão-queronão-possonão”, mas eu carnavalizo.

Uso tiaras de pluma, chapéus de lantejoula, gravatas borboleta, cartolas de mágico. Me amarro nessa licença poética que só o Carnaval permite: você pode se fantasiar de quem ou o que quiser. Só há aqui um detalhe importante: ninguém deixa de ser quem é, só por conta dessa festa prolongada toda. No Carnaval, Natal ou Páscoa, não concordo que se deva barbarizar, tratar a outros de maneira leviana ou deseducada, infringir regras do bom convívio ou bancar o adolescente imbecil submongolóide.

Você vai me chamar de tia-chata-e-careta, mas eu carnavalizo.

Sambo no pé sem esquecer da contenda do aumento de R$5 no salário mínimo, ainda tendo nojo absoluto do machismo ignorante e ridículo do juiz Edílson Rodrigues, que proferiu zil absurdos sobre a Lei Maria da Penha, acompanho diariamente o processo caótico no mundo árabe, ainda sinto tristeza e náusea com a tosquice sem limites dos reality shows, e acho profundamente bizarra a onda dos emos-coloridos-sei-lá-que-raio tocando suas musiquinhas com timbre e harmonia de uma pobreza que é da Etiópia... mas procuro compreender o movimento atual dessa juventude fosforescente.

Você vai me lembrar que o carnaval tem sua face muito feia, mas eu carnavalizo.

Vou pra avenida mesmo lamentando que a prostituição de todas as idades ganhe ainda mais força nessas datas, e ciente de que muitos gringos só buscam aqui os “pandeiros” da mulherada que vive a mercê de seus corpos. Sei que o mesmo morro no Rio que batalha pra construir carro alegórico com aqueles temas a ver com a Sereia Iara e as águas do Amazonas vive sob a lei do traficante e encara outras barbaridades. Sei que Salvador fica depredada com o Carnaval mal-planejado e focado no lucro a curto prazo, também.

Você vai sentir tristeza ao pensar nesse assunto, mas eu [ainda] carnavalizo.

Vou brincar no Carnaval pra celebrar a vida, e não pra ameaçá-la. Triste é a sina de quem se aproveita da válvula de escape carnavalesca pra beber todas e aí lançar mão da chave do carro, e lamentável é o comportamento daquele fulano que se droga até enxergar o Darth Vader cantando no trio com o Bel Marques, levando pra casa o abadá e a amnésia.

Você vai dizer que tomei umas antes de escrever esse texto, mas eu [ainda assim] carnavalizo.

Sou gamada na bela desculpa que vem de carona com esse feriado pra dar a pausa que [acho que] mereço pra aliviar a frenesi absoluta que reina na maioria dos dias do meu pobre calendário. Vestindo alegria, fitilho no cabelo, sorriso no semblante: uma pausa consciente, necessária e bem-vinda. Pra falar bobagem, ver o sol nascer, dançar até os pés pedirem pinico.

Quem quiser me julgar, vá falando: mulheres são bichos multitarefa. Enquanto isso, arrumo as malas e separo os badulaques...

35 comentários:

  1. Vai lá, carnavaliza horrores mesmo!

    As pessoas tem que parar de achar que seus padrões são absolutos e que todos tem de viver conforme eles.

    Eu não gosto de carnaval, ele nada me agrada, mas respeito quem gosta e carnavaliza, afinal é direito da pessoa como ser humano e pessoa.
    Sabe, respeito é uma coisa linda, todo mundo devia super praticar.

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Fantástico seu blog! Vi que possui bastante leitroras!
    Conheça o meu e se interessar: SIGA!
    http://registrodeperspectiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto! Muito bom mesmo. Viver a vida, sem esquecer dos problemas.

    Você é demais! Sou seu fã!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Eu não curto muito carnaval mais rspeito totalmente quem gosta.
    Gostei do seu blog *-*

    http://nosador-amos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Perfeitooo! Amei o texto, arrebentou!
    Sucesso. Bjos

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Karina! Você tocou no ponto que sempre pensei.

    Trabalhar? Sim. Responsabilidade? Sim.
    Mas, nunca esquecer de gozar a vida.

    Beijos, Linda. Você está sempre se superando.

    ResponderExcluir
  8. olá Karina!
    olha, tenho que dizer que eu não carnavalizo :(
    concordo com tudo no seu texto, que há uma arte nas cores do carnaval, que as músicas são dotadas de muita energia, que é uma pausa merecida na nossa vida que nos atropela com seus compromissos e obrigações, mas [ainda assim] eu não carnavalizo..
    eu não consigo me envolver com isso tudo, entende? se meu vídeo game estiver livre ou tiver um bom livro para eu ler, eu prefiro gastar meu tempo em qualquer um dos dois a ver os desfiles, ou ouvir Ivete Sangalo (sem depreciações aqui, ok?)
    acho totalmente idiota também quem critica o outro por gostar, por carnavalizar, por isso acho super bacana quem curte a festa da forma que ela é, mas eu curto de outras formas, aproveitando o feriado pra sair com a namorada, visitando a minha vó, descansando, enfim... ;)

    bjs
    http://songsweetsong.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. hehe Que post mais divertido! Eu pra falar verdade não sei se carnavalizo ou não, mas é porque eu sou de lua mesmo. Ano passado desfilei no bloco do Bilau e "tava um esfrega, esfrega lá e NÃO tava gostoso".. Buts!

    Parabéns pelo Blog, de verdade!

    Faça uma visitinha lá no meu diário quando puder:
    joicerodrigues.zip.net - Irei Amar!

    ResponderExcluir
  10. Quem te recriminar é ruim da cabeça ou doente do pé!

    ResponderExcluir
  11. Não desgosto totalmente do carnaval; acho até que a festa tem lá suas serventias ditas pecatórias, como a luxúria, a bebedeira indiscriminada, a preguiça e tudo mais. Nunca fui de carnavalizar e esse ano eu quero mais é hibernar até o fim da folia.

    De qualquer forma é um belo texto...

    ResponderExcluir
  12. Carnavalizarei até meus pés pedirem pinico, pelas ruas do bom e velho Rio de Janeiro, atrás de blocos cujos componentes são gente de verdade, gente como a gente que diante de tanta coisa estranha acontecendo pelo mundo busca no sorriso desconhecido o próprio sorriso...

    ResponderExcluir
  13. Nunca gostei da futilidade que está por trás do carnaval, apesar de saber que todos nós seres humanos temos nosso lado fútil... Enfim, não gosto de pensar em 8 milhões sendo gastos para cada escola entrar na avenida enquanto o país capenga na saúde e na educação.
    Mas eu não me deprimo com isso porque sei que com a população brasileira a política do pão e circo funciona muito bem, não há porque mudar isso.
    E eu arrumando as minhas malas rumo à fazenda, mais uma vez... rsrs'

    ResponderExcluir
  14. afinal de contas, o Brasil só começa mesmo depois do Carnaval!

    ResponderExcluir
  15. Gosto de carnaval. O caráter cultural dessa época é gigante, principalmente na parte do samba que já vem de anos com ótimas músicas e ótimas metáforas para o povo brasileiro. Uma pena eu não conseguir acompanhar a massa a fio, tenho algum problema, nem em shopping lotado consigo ficar muito tempo... mas no que dá, vou atrás.

    Abraço! ;)

    http://anpulheta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Seguindo desde já, muitissimo interessante.

    Carnaval aff, um período que nada me agrada, mas como fugir?

    Me visita to começando um blog
    http://deliciasdabota.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. O carnaval tem sua cultura e adoro as escolas de samba.
    Mas prefiro assistir os desfiles do que ficar no meio da multidão nesse pisa pisa,esfrega esfrega.
    Sexo banalizado e violência, isso é o carnaval longe dos desfiles em minha opinião.

    ResponderExcluir
  18. Seus textos são otimos rsrs, adorei a expressao "largatixando", fantastico rsrsrssr

    Beijao e estou já te add.

    Xis.

    folhaslaranjas@blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. caramba mto legal
    parabéns... falar o q
    nem tem o q dizer
    ótimo post
    seu blog tmbm é mto bom
    bem montado e tal
    parabéns novamente
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. CARNAVAL NÃO EM ATRAI TANTO, MAS PRA QUEM CURTE ELE SEMPRE ESTARÁ LÁ. ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  21. gostei mto


    http://bajseries.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Não basta saber escrever. Dificíl é ter oque escrever. Isso me parece que você sabe muito, porque tem oque escrever. Parabéns e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  23. haha

    gostei

    EU CARNAVALISO

    x]~~

    começarei a usar a expressão

    x]

    http://oarlecrim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Eu não carnavalizo também como muitas pessoas
    aqui que comentaram. Mas eu respeito. =)

    ResponderExcluir
  25. Gosto bastante do texto, dos contrastes que você apresenta.
    Bom seria se todos que carnavalizam tivessem a consciência do outro lado do Carnaval, o lado preto e branco, sem enfeites, plumas ou paetês que continuará a dividir espaço com o brilho da majestosa festa.

    ResponderExcluir
  26. Passando pra desejar um ótimo carnaval para vcs.... pra folia ou pra descanso!!!
    Beijossss

    ResponderExcluir
  27. quanto potencial pra mudar minha opinião. (:

    ResponderExcluir
  28. O texto está maravilhoso, mais sou dessas que foge pras colinas até o carnaval acabar.


    FELIZ DIA DA MULHER pra nós (=^.^=)

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Querida, admiro seus textos, conseguiu fazer um protesto com certa admiração, pois mesmo com diversos problemas que o nosso país enfrenta, os brasileiros conseguem se divertir fazendo jus a nossa fama, um povo conhecido por nosso calor humano, por nossas mulatas semi nuas do carnaval e o fantástico futebol. Me orgulho de ser brasileira, de poder CARNAVALIZAR ao som contagiante da bateria da vai vai, mas não sou hipocrita de viver iludida pensando apenas nas cores vibrantes dos carros alegóricos. Devemos sim brincar, pular, mas lembrando que no dia seguinte ao acordarmos na quarta-feira de cinzas os problemas do nosso país ainda estarão vivos no nosso cotidiano.

    Parabéns!!!...UM DOS SEUS MELHORES TEXTOS.

    Beijos
    Monique Pfaender

    ResponderExcluir
  32. Por isso sou sua fã!
    Seus textos são mega interessantes!
    Você é boa, menina!
    parabéns!
    PS: Eu também CARNAVALIZO e muito! rsrsr

    ResponderExcluir
  33. Olá, olha, continue com seu blog, firme e forte. Afinal, eu sou seu fã. Sempre que posso e tenho oportunidade, aqui estou.
    Um grande abraço pra você. Sucesso para o seu blog, sempre. Esse é o meu desejo de coração.

    ResponderExcluir
  34. Ja comecei gostando do subtítulo do blog!!!! Quanddo cheguei aos textos comecei a seguir para nao perder MULHERICES de vista! Adorei...parabens

    Deixo o meu convite para me visitar quando puder!

    http://vivendoumdiadecadavez2011.blogspot.com/

    Bjs

    ResponderExcluir