sexta-feira, maio 14, 2010

Pior, bem pior!

Por Vanessa Pinho

Nada mais trabalhoso nesse mundo do que ser mulher...

E nem digo só sobre essas questões óbvias como: engravidar, engordar três dígitos de peso, ficar feito uma orca por nove meses, encher de estrias, sofrer na hora do parto, ter cólicas, ganhar menos pelo simples fato de ser mulher e blá blá blá wiskas saché... Andar num salto 15 e manter a unha sem lascar na pontinha é bobagem, perto das situações que temos que administrar diariamente, diante da sociedade e diante do espelho.

Pior, bem pior do que ser mulher, é ser mulher e ter vinte e poucos anos.
Porque a fase dos vinte e poucos anos é uma fase que você nem é mais tão idiota, mas também não é tão segura quando deveria. Ou seja: você já é esperta o suficiente pra saber que o caboclo não vai te ligar no dia seguinte, mas ainda tem aquela mania boba de ficar enrolando guardanapinhos ou olhando pro celular quando sai com alguém no primeiro encontro.

Com vinte e poucos anos você começa a achar meio de última sair pra todas as festas barulhentas da cidade, mas também não é segura o suficiente pra ficar em casa num sábado à noite, sozinha, escutando e lendo coisas complexas enquanto lá fora parece que algo muito legal acontece. [Mas não acontece, tá? Uma dica.]

Como alguém de vinte e poucos anos se veste?

Se eu tivesse 15 anos, colocaria uma saia curta quase inexistente, comprada em uma dessas lojas onde as vendedoras terminam todas as frases com ãããã e usam perfumes conhecidos, uma bolsinha atravessada, pulseiras de cores variadas e tamancos. Se eu tivesse 35, usaria brinco de pedras [presente da avó], terninho e saia preta comprada em alguma loja legal do shopping Iguatemi, onde as vendedoras servem [leia-se embebedam] a gente com champanhe enquanto tentam convencer que 350.00 por uma saia nem é muito porque a saia é t-o-d-a bordada pelas freiras surdas e cegas de Guadalupe e blá blá blá...

Mas eu tenho vinte e poucos anos, visto o que? Que roupa eu preciso usar pra um idiota qualquer entender que eu não tô na prateleira, mas que tô contando os minutos pra ele me pegar?

Pior, bem pior do que ter vinte e poucos anos, é estar “separada”.
Porque você passou anos fazendo programas amenos, lidando com pessoas amenas e ouvindo religiosamente Faustão de fundo na sua sala super organizada aos domingos.

Agora o seu telefone toca incansavelmente todos os dias e nunca [nunca mesmo] é alguém te convidando pra fazer coisas inofensivas, como um café no sábado à tarde, e sua sala organizada, decorada em tom pastel, já não é mais a mesma, porque suas amigas acamparam por lá, dando um ar de férias eternas ao ambiente, e à sua vida.
E aí você quase que sem perceber, é lançada a um mundo de eventos intermináveis, coquetéis, inaugurações de lojas e festas Open Bar. E você se distraiu tanto com tudo isso que nem percebeu que todo esse auê não passa nem perto do projeto que você fez pra sua vida.
Desânimo, muito desanimo nessa hora.
Porque aqueles meninos te paparicando até que são engraçados, mas usam umas gírias que você não escuta faz tempo, fazem churras por qualquer motivo e dançam ao som de músicas sem refrão. E isso tudo te faz questionar se aquele seu ex marido palhaço, era mesmo tão palhaço, estranho e insuportável.

Calma, é só uma fase, já vai passar!

Um buraco fundo e escuro vai abrindo dentro de você, e não é fome. É uma solidão diante de tanta gente, uma saudade de você mesmo, que nessa altura você não faz idéia de onde anda.Você olha pro lado e tem a nítida impressão de que não existe um único ser capaz de encantar seu coração. Não, você não está doente, você está seletiva... Isso acontece!

E você se esforça pra achar graça naquele amigo da sua amiga que acabou de se formar em Educação física, exibe músculos e está deprimido porque faltou um dia na academia. Ele é uma graça, na opinião das suas amigas... Na sua também. Pra ficar perfeito, só faltava ele parar de falar por três segundos mais ou menos, que é o tempo de você dar um sorriso amarelo, simular uma súbita dor de cabeça e correr pro chuveiro quente, dar uma choradinha.

Sim, mulheres choram no chuveiro. E isso é tão corriqueiro quanto levar o lixo pra rua ou ajeitar o lanche das crianças.

Pior, mas muito pior do que estar “separada”, é namorar alguém pra se livrar do buraco fundo e escuro. Aquele, que não é fome.

Por que levando em consideração que 40% dos homens dessa cidade são casados, 30% usam esmaltes e fazem a sobrancelha... Sobram 20% que são os bombadinhos de academia com Q.I de ameba, igualzinho aquele amigo da sua amiga que você conheceu. E acredite, é com ele que você vai namorar. Por que toda mulher um dia já namorou alguém com Q.I de ameba, não é você que vai se dar bem.

Mas ainda faltam 10% dos homens... Que são os chamados “O cara certo”.

O cara certo praticamente está em extinção. É o cara que vai andar de mãos dadas com você na rua e acordar pra fazer a mamadeira do bebê. O cara certo vai também lembrar todas as datas comemorativas e passar a mão no seu cabelo às vezes. Ele todo ano vai preparar uma festa surpresa no seu aniversário. Hãã, agora que contei, já não é mais surpresa...

O cara certo adora surpreender.

Suas amigas, sua empregada, a tia que vende doces na esquina... Todas acham que esse cara não existe por um simples e único motivo: ele mora longe! O cara certo está nesse momento morando em algum lugar muito distante. Não importa onde você esteja: ele está longe. Porque ele nasceu com o dom de nunca estar no mesmo lugar que você. Pelo menos não agora, que você está disponível.

O cara certo deve estar no Havaí, Congo, Iraque...

Pior, mas muito pior do que namorar alguém pra se livrar do buraco fundo e escuro, é casar-se com esse cara.

Porque é exatamente nesse momento que “O cara certo” vai aparecer!

54 comentários:

  1. Olha que existe cara certo... mas ele não tem mais vinte e poucos anos...

    Vc esta demais... como sempre.

    ResponderExcluir
  2. Vanessa ri muito com a porcentagem citada por vc sobre os homens daqui, hehe, escuto bem isso msm, mas o meu eu conheci no interior de SP.Bem, eu com meus 35, digo que não uso brincos de pedras (presente da avó, kkk), uso saia preta comprada na Renner, rss, mas vou tomar champanhe nas lojas sim, hehe, nos eventos das blogueiras,enfim, me visto às x como uma adolescente, às x como "uma senhoura doutora", mas curto a vida do meu jeito. Ainda bem que sou "casada-amasiada", pois realmente a situação está caótica pelo que ouço, alguns homens não querem compromisso, mas tenha fé que o cara certo aparecerá.Com 35 vc tem outras preocupações:profissão, falta de dinheiro, algumas querem ter filhos antes dos 40; então amiga, ser mulher é complicado, seja aos 15, 20 ou 35, rss. bjs

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz de achar que faço parte dos 10% restantes dessa estatística.

    ResponderExcluir
  4. Nossaaaaaaa...finalmente alguma mulher que mora em floripa e pensa como eu..(pelo menos uma que expõe isso) haha bjOs

    ResponderExcluir
  5. Vim ler hj pq ontem qdo foi ao ar já tinha tomado uma cervejinha, melhor deixar pra hj... eis q vim ler agora, depois de uma conversa de quase 2 horas via skype com o dito "cara" esse cara certo do seu texto, esse que mora a quase 1500km de distância da minha casa... difícil demais saber o que fazer... só estando no olho do furacão pra sentir... adúvida entre ele e o "ameba" sempre persiste... complicado...

    Bárbaro texto!!!
    Beijos,Edilene

    ResponderExcluir
  6. Vanessa, gosto muito dos seus textos. Esse esta ótimo. Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Ai meu deusinho...obrigada por eu ter 48 anos, ter casado com o cara quase certo e não estar achando que estou com fome.

    Ia ser duro...

    (triste seu texto, Vanessa...ou eu que fiquei triste com ele)

    Beijoca

    ResponderExcluir
  8. Maria Isabel Fernandes15 de maio de 2010 19:33

    Pior, bem pior que isso tudo é nem mesmo ter vontade de encontrar esse cara, né? Sim, as baladas são tão divertidas quanto a exaustão de encontrar o "cara certo"...O que me conforta é saber que minhas amigas tb são mais inteligentes sozinhas e que AMAM viver, independente de estarem (ou serem)sozinhas! Haha! Amei o texto Vanessa! Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. kkkkkk, adorei!
    é meio cômico mais é bem verdade :)
    ...estou a procura do "cara certo" e eu ainda só tenho 16. Quero ver quando tiver 20 e poucos como vai ser. rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ou seja.. o cara certo nao existe.

    ResponderExcluir
  11. o cara certo existe e esta proximo ou ate mesmo ao seu lado!
    o problema é que existe mais mulheres exigentes do que coerentes em aceitar a situação de tantos caras(certos)
    adorei o texto como sempre minha gatinha

    ResponderExcluir
  12. Suas amigas, sua empregada, a tia que vende doces na esquina... Todas acham que esse cara não existe por um simples e único motivo: ele mora longe! O cara certo está nesse momento morando em algum lugar muito distante. Não importa onde você esteja: ele está longe. Porque ele nasceu com o dom de nunca estar no mesmo lugar que você. Pelo menos não agora, que você está disponível.

    O cara certo deve estar no Havaí, Congo, Iraque...
    Esse trecho do texto tem tudo a ver comigo, mas nem tudo sao flores na vida de uma mulher de 20, o cara que eu achei que era "certo" mora a 5.125 km eu moro em Manaus e ele mora em Feira de Santana/BA, fez papo de bom mocinho,mas a mascara caiu!!Mulheres de 20, hj nao caimos neste papinhos insanos,mediocres e imbecis, destes Q.Is de ameba...!Nao persitam na duvida,o cara certo nao existe!homem certo pra mim,e' aquele que me aceita a minha personalidade,a minha vida numa boa!!sem frescura...

    ResponderExcluir
  13. Vanessa,

    dá pra parar de contar a minha vida?!

    hauahuahauhauhaa

    Nossa, sério, parecia que tu tava falando de mim..

    Texto perfeito.
    ;*

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o texto... Mas o cara certo pode estar do seu lado ou mais proximo que você imagina, talvez o problema é estar procurando no lugar errado.

    =)

    ResponderExcluir
  15. Hahaha! Bem a calhar! Minha amiga disse que era o cara, tudo a ver comigo! Só que ele tá indo embora... Será que era mesmo? Whatever! 10% ainda é bastante gente, acho... =D

    ResponderExcluir
  16. já tive todos esses sentimentos juntos...várias vezes...em todas as minhas 4 décadas.
    E ainda não sei o que vestir.
    Cara ideal? Também não sei se já encontrei algum dia. Vi muitos defeitos e algumas qualidades em cada um deles...afinal, nada é perfeito!
    Pois bem, minha mãe, aos oitenta, ainda não sabia o q usar. Tinha tantas dúvidas...
    Sempre as teremos...mas, não acho que isso é somente condição feminina, os homens tb não sabem de nada! Literalmente!!!
    beijão

    ResponderExcluir
  17. Então... não tenho 35 anos ainda (--'), porém não acho que qdo tiver esta idade (nem eu nem vc) vamos nos vertir conforme vc descreveu. Vc descrevbeu sim, uma mulher de 35 anos dá década de 50, 60... pq nem ná decada de 70 creio que as mulheres eram ´~ao "velhinhas" assim. E, ainda mais hj em dia, em que as mulheres de 80 fazem de tudo para permanecer com cara de 30( embora fikem mais parecidas com ET's).

    Sobre os homens... concordo plenamente! E o "cara certo"... sim, este aparece sempre na hora errada. E, principalmete...mora longe de vc (no meu caso mora em Parnaíba - PI).

    BjOs*-*
    http://www.evesimplesassim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Sinceramente to virando fã dessa menina, eu AMEI esse texto!!!! Vanessa vc está super de parabéns!!
    Quase chorei lendo isso, é a mais pura verdade!

    ResponderExcluir
  19. sempre certissima! O cara certo estava la! Longe... MUITO LONGE... e quando as malas estavam prontas para sair correndo atras dele me apareceu um cara QUASE CERTO, mas tão encantador como o outro de tao longe... e eu coloquei as roupas denovo no guarda roupa e fiquei por aqui!
    as vezes aparecem caras certos por perto!...

    ResponderExcluir
  20. o cara certo só aparece para a mulher certa!!!
    e mesmo assim ele se f... rs

    ResponderExcluir
  21. Bom, posso dizer que no auge dos meus 30 anos, com mtos km rodados que até não hj não encontrei o cara certo, mto menos o par perfeito, a cara metade, a alma gêmea e passei da fase de querer todas essas opções entediantes. Quero o cara errado, que de preferência suma da manhã seguinte de uma boa noite de sexo selvagem, tb não quero par perfeito pq perfeição é algo que exige uma recíproca verdadeira, mto menos cara metade, pq metade está longe de ser inteiro e o que não é inteiro é migalha e tão pouco alma gêmea, pq igual a mim já basta minha imagem no espelho. rs

    ResponderExcluir
  22. Bem... Eu tenho trinta e tantos anos... Não vou em lojas que servem champanhe enquanto compro uma saia de 350 reais,infelizmente, porque ainda não dou conta disso. Quanto à segurança? Bem, sim e não. Sou bem mais esperta que nos meus 25, 26 anos, intelectualmente mais sabida e fisicamente melhor. Se isso me deu mais segurança? De certo modo sim, mas certas situações e pessoas ainda me fazem trmer os joelhos. A diferença é que hoje sei disfarçar isso muito melhor do que há 10 anos atrás. Chego a convencer, rs...
    Eu gostei do que vc escreveu, mas o texto acabou na velha da história que fala do quanto as mulheres correm atrás de seus homens certos (que em outras épocas/discursos chamaria-se príncipe encantado). Acho que muito psicologismo complicou demais o que era pra ser mais fácil. Desencana, vai fazer o que vc gosta, seja bem humorada isso aumenta a possibilidade das pessoas se aproximarem naturalmente de você. Ninguém resiste à um bom humor vindo de uma pessoa satisfeita com o que faz.
    E te adianto aqui uma liçãozinha que aprendi depois dos trinta,viu?
    bjk

    ResponderExcluir
  23. Pior, muito pior do que ter 20 poucos anos, ser separada e namorar alguem para se livrar do buraco fundo e escuro, é descobrir que o homem que julgamos perfeito, na medida certa, nosso número NÃO ECXISTE!!!!!!
    Tenho 36. Já passei por todas essas fases.... afffff....
    (Momento pessimista de fundo de poço!)
    rs
    Beijosss

    ResponderExcluir
  24. Olha... o cara certo as vezes não é tão difícil de se encontrar, ele pode estar bem aki comentando no seu blog. rsrsrs'

    Bjs' parabéns pelo post

    ResponderExcluir
  25. Não existe cara certo, nem a pessoa certa...

    ResponderExcluir
  26. Poxa, contar tantos problemas assim e ainda manter o humor só pode ser trabalho de mulher com todos seus pontos positivos que acabam tampando os negativos na visão dos homens.
    Garotas como vocês deveriam ter uma coluna numa revista nacional por aí hein.
    Ótimo texto Vanessa!

    ResponderExcluir
  27. Gostei bastante do texto. Vocês escreve muito bem! Parabéns pelo blog. Abraço.

    ResponderExcluir
  28. Acho q o lance de estar ou não com a pessoa certa acontece com todo mundo... Ser separada hoje em dia é quase um pré-requisito (parece que virou modinhanão fazer esforço p manter a relação, as pessoas casam com os primeiros da fila e esquecem q convivencia é complicada msm e abrem mão de tudo em qq briga) Bom, o fato é que cada um tem um motivo diferente p desistir do seu casamento nos dias atuais, além do respeito que foi deixado p trás a muito tempo.
    E ter 20 e poucos anos é bem divertido, é sinal de que ainda resta tempo p corrigir os erros e ter bastente tempo p curtir os frutos disso!

    ResponderExcluir
  29. Eu não tenho vinte e poucos anos mais sei oq é ser mulher' Muitas responsabilidade e coisas que só nós sabemos fazer é complicadoo' Amei o textoo'

    ResponderExcluir
  30. IAOUSAUSAO, ri demais com o primeiro comentário.
    o cara deve ter uns 40 e todos anos, rs.

    Parabéns pelo blog gurias :D
    Muito bom. O primeiro blog de mulher que eu não achei abusivamente feminista ;)

    ResponderExcluir
  31. UAHuHUAHuHAuhUAH..... muito bom o texto...
    Ri litros..parabéns....
    To seguindO já...segui tb?/
    Bjaum...

    ResponderExcluir
  32. Vamos lá... Primeiramente adorei o post. Gosto de mulheres inteligentes e pelo texto percebe-se que você é uma delas.

    Da mesma forma que vcs mulheres sempre "reclamam" do homem, nós homens tb reclamamos de vcs. Acredito que é isso que faz a relação entre casais ser tão interessante.

    Não acho que exista somente o homem certo e a mulher certa. Existem fases e gostos diferenciados. Da mesma forma que é dificil encontrar um homem que lembre-se de todas as datas comemorativas vai ser duro encontrar uma mulher que nos acompanhe no futebol. Mas é com essas diferenças que a relação cresce. O meu ideal de mulher é a que me ame, pra mim já basta. Não quero que a mesma me acompanhe no jogo de futebol só para estar presente. Ela tem que querer. E se não quiser, a volta para a casa pode ser maravilhosa. Enfim, isso é uma relação saudável, conviver com as diferenças.

    Se é dificil ser mulher em várias fases da vida digo que isso vale tb para os homens. Temos conflitos que na maioria das vezes não expomos devido a educação tradicional que somos criados (se bem que isso está mudando - viu, tb queremos demonstrar os nossos sentimentos).

    E não se preocupe, o homem certo vai aparecer no momento e na hora certa. Como um comentário acima, ele pode estar mais próximo do que vocês imaginam e as vezes não sao o protótipo de beleza que te encantam num primeiro momento.

    Ufa! Escrevi demais, mas adorei o que li.

    Obrigado pelo comentário no meu blog.

    Abraços.

    Fabiano

    http://blog-do-faibis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. Vivo tudo isso com 40 e poucos!
    Isso que é triste! Sou uma batalhadora, jamais desisto! :)
    Ótimo texto.. realista, sincero, observador...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  34. PUTZ! pior, mais pior, muito mais pior de ruim MESMO doq ser mulher, ter 20-e-poucos anos e casada com um bombadinhoQIdeameba, deve ser saber q conheceu o "cara certo" e ainda assim continuar sofrendo de SIMMEFODI* rsrs

    *http://mulherices2009.blogspot.com/2009/08/as-dez-mulherices-do-mal.html

    hahahaha "Não importa onde você esteja: ele está longe" muito bem sacado! rs.

    Adorei o blog. beijo!

    Hasta ;)

    ResponderExcluir
  35. Primeira vez que entro nesse blog e já amei de cara!
    Excelente texto!
    Muito bem humorado e, digamos, REAL!
    hahahahahahahahaha
    Estou saindo da fase dos 20 e poucos anos e entrando nos 30... MEDO!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  36. Mesmo não existindo o "cara certo".

    !!@v@nte!!

    ResponderExcluir
  37. tenho 26, separada pela segunda vez.
    Logo, AMEI e me identifiquei por completo com o texto!! Principalmente na casa decorada em tons pastel, nas tentativas de ficar em casa estudando ou lendo num sab a noite e 350.000 convites de festinhas open bar rolando por ai.
    Me parecia que os homens da minha city é que não eram os caras certos, mas to vendo que é geral!!(ufa!) hehehe
    e sim, encontreeeei o tal do cara certo mas ele mora a uns 3 mil km daqui. humpft! - Por que que é assiiim ne!

    Vou voltar mais por aqui!! As identificações aliviaram essa minha sensação de "estou mais seletiva ou nenhum homem, de fato, presta?"

    ResponderExcluir
  38. Eu só precisava dizer que acabei de ler todos os seus posts nesse blog e que eu ADOREI todos eles.
    Me senti menos louca e estranha ao ver que mais alguém imagina as historias antes que elas aocnteçam em detalhes, masi alguém passou pelo MSM problema em namorar um oposto, mais alguem se irrita com ano novo quandoe sta sozinha e nao recebe nem uma mensagem bonitinha e etc etc whiskas sachê.
    Seus textos falam comigo e me sinto amis amparada morando tao longe de td q eu sempre chamei de "casa".
    Continue e nao pare, por favor...o mundo precisa de mais textos engraçados, inteligentes e sensíveis!
    OBRIGADA

    ResponderExcluir
  39. é só a segunda vez que veho aqui e já virei fã dos seus posts
    sabes explicitar o quão mulher és, e de uma maneira bem suave...

    Lendo ofinal do post, acredito fazer do grupo dos caras certos XDDD, pelo menos procuro ser presente assim com minha namorada :P

    http://baudopascacio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  40. cest la vie... nada é tão ruim que não possa piorar consecutivamente até que... melhore... tudo melhora, hahaha, ou nao.

    ResponderExcluir
  41. Escrever e descrever o "óbvio" é extraodinário!
    Adorei o texto! Pura verdade!!
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  42. cara certo não tem
    kk

    http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  43. SENSACIONAL!!! Me vi em diversas situações desse texto. Mas a situação está tão ruim, que nem longe eu tô encontrando esse cara certo. É o fim, minhas amigas!!

    ResponderExcluir
  44. Perfeito o texto, e como sintetisa bem a realidade de uma mulher de vinte e poucos, que ja passou por uma separação, eu pra ajudar tenho uma filha linda que ficou de presente do relacionamento, e que o pai quase não da a minima, dai vem a certeza de que era um daqueles Bonitoes com Qi de ameba,
    Mas os rapaizinhos tbem não fazem minha cabeça, e as vezes caio na burrice de pensar como seria se tivesse ficado com o marido errado mesmo.. certo que rapidinho some a possibilidade da minha cabeça. Quem não sabe valorizar o tesouro que tem de filha, muito menos vai aprender um dia a valorizar uma mulher..
    E como de repente as baladas do fim de semana perdem a graça, e voce se sente a pessoa mais anti-social do mundo por menosprezar o convite das amigas pra sair, porque ta afim de ficar quietinha em casa. Mesmo porque agente acaba enchendo a cara quando sai, dai acaba a noite, ou ficando com um desses Bonitoes, ou choramingando os problemas junto com uma boa dose de wisky.. e no outro dia volta aquele vazio de quem perdeu uma noite de sono e não encontrou o que buscava..
    Por onde sera que andam os homens certos???
    Ousaria dizer que eu encontrei o meu, mais, ele é tão complicado, que fico em duvida, ao mesmo tempo que ele tem seus trinta e poucos com a cabeça de um homem formado que sabe valorizar uma mulher, uma mae, uma amiga, ele tem as crises de ciumes e babaquices de um adolescente de 15 anos, sei la.. ando desistindo de entender o qe eu espero do homem certo.. e ando curtindo esse que não tem Qi de ameba, qe é lindo, mais qe ainda podia melhorar mais um pokinho....

    ResponderExcluir
  45. Oi Vanessa
    meu nome é Vera, trabalho na TVCOM e por indicação da leitora do seu blog, Clica, queria te convidar a participar do programa Falando, da TVCOM, dia 07/06, segunda, sobre "Mulheres na Internet - blogueiras" - tens interesse? Podes entrar em contato - falandosc@tvcom.com.br
    aguardo.
    abs
    Vera

    ResponderExcluir
  46. Gostei bastante do seu texto, criativo, intrigante, gostoso de ler, em quase todos os momentos tive a impressão de você estar realmente relatando e/ou desabafando fatos acontecidos no passado e na atualidade e não apenas "floreando" fatos acontecidos com as mais diversas pessoas de seu convívio... Enfim, muito bom!
    Indico neste seu texto que revejas trocas de grafemas surdos por sonoros como t por d e em alguns outros regras de próclise, mesóclise e ênclise!

    Abraçossssssssssssssss

    ResponderExcluir
  47. Enrolar guardanapinhos é fazer da vida um embromation. Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  48. Olá Vanessa,

    Obrigada pela visitinha em meu blog e pelo convite já estou seguindo vocês.

    Nossa!! muito legal essa postagem me diverti horrores com tudo que li aqui. Parabéns a todas....

    O homem certo?? acredito que seja aquele que infelizmente escolhemos com o coração, por que se for pela razão hummm sei nao....

    Duchas bjsssss

    ResponderExcluir
  49. "Sim, mulheres choram no chuveiro. E isso é tão corriqueiro quanto levar o lixo pra rua ou ajeitar o lanche das crianças."

    Simmmm eu sou normal!!!!!

    Nossa Vah, mulher separada tem altos e baixos sim (gordos e magros tb hehehhe)! Mas é bem isso, por vezes o ex marido "palhação" parece que não era tão palhação assim... e por vezes (na graaaaannnde maioria das vezes) não está acontecendo nada de interessante lá fora! Tudo verídico.

    ResponderExcluir
  50. Todas acham que esse cara não existe por um simples e único motivo: ele mora longe! O cara certo está nesse momento morando em algum lugar muito distante. Não importa onde você esteja: ele está longe. Porque ele nasceu com o dom de nunca estar no mesmo lugar que você. Pelo menos não agora, que você está disponível.

    É, realmente esta morando longe :/

    ResponderExcluir
  51. "Pior, mas muito pior do que estar “SOLTEIRA”, é namorar alguém pra se livrar do buraco fundo e escuro. Aquele, que não é fome".

    E o pior é que parece que não tem jeito!
    :(

    ResponderExcluir
  52. Vanessa, seu texto é ótimo!!
    Define super bem o dia-a-dia da mulher, e não só das separadas viu?!
    Adorei mesmo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  53. GOSTEI MUITO DO SEU TEXTO,BEM DIRETO E DIVERTIDO...MAS EMBORA A REALIDADE SEJA UM POUCO TRAGICA...SEMPRE HÁ POSSIBILIDADES...É SÓ TIRARMOS OS OLHOS DAS MINIMAS QUANTIDADES DE PESSOAS E POSSIBILIDADES E IMAGINAR QUE A TODO TEMPO PESSOAS VÃO E VEM , MORAM E SE MUDAM DE NOSSA CIDADE MOSTRANDO QUE COISAS SEMPRE ACONTECEM E UMA HORA A SUA PESSOA CERTA VIRÁ, DE ALGUMA PARTE DO MUNDO OU ATÉ MESMO DA VIZINHANÇA QUE VOCE NUNCA PRESTOU ATENÇÃO!QUE TAL A GENTE ESQUECER A PORCENTAGEM DE HOMENS QUE VC DEFINIU MUITO BEM, E PENSAR QUE NO RESTO DO MUNDO EXISTEM TANTOS MILHOES DE PESSOAS QUE DENTRE ELAS AINDA NAO TIVEMOS O PRIVILEGIO DE CONHECER AQUELA QUE ENTRARÁ NA NOSSA VIDA PRA FICAR!SEM CONTAR AQUELAS PESSOAS QUE SE MODIFICAM...O CAFAGESTE PRA UMA MUDA E VIRA O PRINCIPE PRA OUTRA...A VIDA É ASSIM MESMO...O IMPORTANTE É NAO DEIXAR A REALIDADE LIMITANTE DESTRUIR NOSSOS SONHOS...QUEM PROCURA ACHA, VAI POR MIM...NÃO É POSSIVEL QUE EM BILHOES DE HABITANTES NO MUNDO NAO EXISTA ALGUEM PRA VC!PARABÉNS SEU TEXTO É MUITO CRIATIVO!!!

    ResponderExcluir