quinta-feira, dezembro 03, 2009

Ruanda

Por Stella Benevides
As meninas me contaram que meu texto contando a história da Zuzu Angel foi recorde de audiência no Mulherices. Eu não sei se acredito nisso, mas, se for verdade, até que fico contente. Eu não penso muito antes de falar ou de escrever, não. Acho que isso deve estar claro. Olhei pra minha felina-filha na noite do apagão e lembrei. Foi só.

Aliás, olhar para animais pode nos explicar muita coisa do mundo.

Você tem um gato aí? Não? Bom, eu tenho oito. E eu olho para eles e percebo que eles têm os olhos bem na frente do crânio. Os olhos dos gatos apontam para frente. Você tem uma vaca aí? Não, sua vizinha não serve. Uma vaca de verdade, tem? Uma capivara? Uma anta? Não? Bom, procure nessa tal de internet, acho que tem tudo aí. Olha bem pra vaca. Reparou? Os olhos dela são dos lados da cabeça! E por que isso?

- O personal stylist deles é diferente, Stellinha?


Não, imbecil. É porque o felino é predador e a vaca é presa. O predador olha pra frente porque é à frente que ele tem que ver. Porque ele ataca. A vaca tem os olhos dos lados da cabeça para ver melhor em volta. Para fugir dos predadores. O que fez isso acontecer foi a evolução das espécies, como explicou aquele senhor barbudo, que era a cara de Dom Pedro II.


- E daí, Stellinha?

E daí que eu acho que, se Darwin estava mesmo certo, em breve isso vai acontecer com as pessoas. Alguns vão continuar com os olhos apontando pra frente. Mas a maioria, pouco a pouco, com o passar das gerações, vai passar a ter os olhos apontando dos lados da cabeça, exatamente como as vacas, as capivaras e as antas.

Os grandes predadores mesmo, os que sempre tiveram e sempre terão os olhos apontando bem pra frente, são os que estão no poder. E vira e mexe, de acordo com os interesses que eles têm, eles dividem o povo, fazendo um lado acreditar que é predador e ou outro, presa.

Pra conseguir isso, é bem fácil.

Primeiro eles têm que se certificar que o lado que eles querem que acredite ser predador é a maioria. Eles têm métodos pra descobrir isso. Depois, eles enchem a cabeça dessa maioria, dizendo que eles são melhores, são superiores, são o orgulho da nação. E que os outros são degenerados, desonestos, ladrões, filhos-da-puta e que transmitem doenças. Pra isso vale tudo. Se eles têm rádio e TV então, fica facinho. Incitam, promovem confrontos, estimulam delações. Fazem um vizinho entregar o outro.

Se fizerem a coisa bem feita, fazem até a minoria acreditar que são mesmo uns fracassados nojentos e que merecem ser as “presas”.

Isso é fácil de fazer porque o povo quase sempre é idiota. E idiotas adoram ganhar de seus “líderes” um distintivo, uma medalhinha, uma besteira qualquer que mostre que eles são “bacanas”, que eles são melhores que os outros. Psicologia infantil, basicamente.

Quem usou muito bem essa engenharia foi aquele senhor alemão chamado Adolf. Olha bem pra cara dele. Se você acha que a única inspiração que ele deixou para as gerações futuras foi um modelo de depilação, está enganado! Canalhas de toda parte do mundo, mesmo os que parecem muito bonzinhos, aprenderam direitinho as lições desse alemão baixinho com cara de buceta.


Você pode achar que isso é coisa muito antiga e que não acontece mais no mundo. Acontece, sim. Você já ouviu falar em Ruanda? Não? Eu te mostro.

Essa é a África

Aquele pontinho vermelho é Ruanda
Ruanda é um paisinho de merda, que não produz merda nenhuma e fica encravado no meio das montanhas, sem saída pro mar. Durante a maior parte de sua história foi colônia da Bélgica. Os belgas, espertos como tio Adolf, pra controlar melhor o povo miserável de lá, os dividiram em duas castas, duas etnias inventadas: hutus e tutsis. Inventadas? Sim, inventadas. Não são divisões tribais, nem nada disso. Simplesmente separaram os que tinham a pele menos escura e os narizes menos largos e disseram: vocês são mais legais, vão ajudar a gente a governar e explorar esse povo miserável, vocês são “tutsis”! Os outros, viraram “hutus”, o povão, a galera. Um dia os belgas foram embora e Ruanda virou país independente, com os tutsis no poder.

Claro que isso ia dar merda.

Depois de duas décadas de quebra pau, a maioria hutu, liderada por uns abilolados, resolveu que solucionar os problemas do país era simples: era só eliminar todos os tutsis. Dominando a TV e as rádios locais, estimularam um tal “orgulho hutu”, bem do jeito que eu expliquei lá em cima, e incitaram a maioria a aniquilar a minoria. E eles saíram matando. A tiro, facada, machadada, paulada. Uma maluquice de vizinho matando vizinho. Grupos armados entravam nas vilas e massacravam todo mundo, inclusive velhos e crianças. Havia orientação especial para matar crianças, para que a “raça inferior” não continuasse. Mulheres tutsis, antes de serem mortas, serviam de brinquedo pras “tropas” hutus. Apurou-se que praticamente todas as mulheres tutsis sobreviventes foram estupradas. As cidades viraram necrotérios a céu aberto, com gente morta empilhada por toda parte.

Você, meio desligadinha, acha que eu estou contando uma história muito antiga, da época medieval? Não. Isso aconteceu em 1994, há apenas 15 anos, quando o presidente americano era Bill Clinton e até já existia internet.

A carnificina durou três meses. E em três meses, calcula-se que foram assassinadas um milhão de pessoas. Isso num paisinho daquele tamanho, onde, antes dessa história, viviam pouco mais de oito milhões de almas.

Então você deve estar pensando: ué, mas onde estavam os mocinhos, a cavalaria, a ONU, os marines, eles que se metem em tudo que é treta que acontece pelo mundo?

Pois é.

Americanos e ingleses não quiseram saber daquela merda, não. Nem se mexeram. Além de não terem se mexido, ainda fizeram tudo o que puderam para que a opinião pública mundial não soubesse o que estava acontecendo naquele cu de mundo. Atenuaram as notícias pra que parecesse só mais uma guerrinha num país miserável. Tentaram vetar a expressão “genocídio” nos noticiários.

E a dona ONU, com seus soldadinhos de capacete azul, fez o que? Fez uma operação relâmpago para tirar dali bem rapidinho, todos os estrangeiros. Hã? É você pensou certo: todos os brancos. E deixou Ruanda que se fudesse.

Ruanda não tem petróleo, nem nada de muito valor. Além do que, lá só vive uma gente preta e pobre. Quem liga pra Ruanda, né? Foi mais ou menos assim que eles pensaram.

Só pra você ter certeza: sim, a ONU é aquela entidade cheia de pompa, que gasta zilhões em campanhas mundiais de combate a coisas como o cigarro, a bebida, a obesidade e o consumo de açúcar. É de lá que saem essas leis idiotas que pipocam por toda parte e que os políticos pilantras de cada país dizem que foram eles que fizeram. Porque pra dona ONU é muito importante zelar pela saúde das pessoas, desde que sejam uns americanos gordos, umas velhinhas inglesas, uns canadenses branquelos, uns franceses viados. A ONU quer que essa gente viva muito e que gaste bastante dinheiro em remédio.

Ruanda?
Ah, foda-se Ruanda!

Um americano gorducho e hipocondríaco vale quantos ruandeses pretos, analfabetos e miseráveis? Hein, dona ONU? Uma vida não deveria ter exatamente o mesmo valor de outra vida?

E você, pensa o que disso? Você pensa com a sua cabeça ou aceita ser pau-mandado, agindo exatamente como esperam que você aja? Pense bem com que tipo de coisa você anda concordando, porque enfiaram na sua cabeça que era a coisa certa.

Você é tutsi ou hutu?
Você é predador ou é presa?
Tem certeza?

Por via das dúvidas, olhe no espelho todo dia de manhã, com bastante atenção.
Você sabe: pra ver se seus zoinhos não estão indo pros lados da sua cabecinha.



Dois ótimos filmes, foram produzidos sobre o "genocídio de Ruanda". Se você quiser ver, colocamos abaixo trailers dos dois.
"Hotel Ruanda" ("Hotel Rwanda" - Reino Unido/Itália/África do Sul - 2004)



"Tiros em Ruanda" ("Shooting Dogs" - Reino Unido/Alemanha - 2005)



76 comentários:

  1. Primeiro a comentar, belíssimo texto esse Stella, está de parabéns, recentemente escrevi sobre o conflito da Palestina.

    Isso mostra o quanto nós seres humanos além de não se importar, temos o péssimo hábito de estrangular nossa consciencia, apenas pelo fato de estar do lado dos "vencedores".

    E apoiamos, mesmo que indiretamente massacres promovidos por essa estirpe de pseudo-deuses.

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro posts culturais, gostei do seu, embora o tenha achado um pouco longo para um blog, enfim, bastante explicativo, nunca tinha pensado nas questoes que vc levantou, vai ver pq nao seja muito ligada aos gatos (animais irracionais, digo) , ou pq sobre vaca o maximo que entendo e' que elas sao gostosas em um churrasco. :)

    E quanto a ser predadora ou presa, fico no meio termo, afinal, um dia e' da caca, o outro do cacador.

    beijos meus
    sucesso com o blog.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Excelente texto, Stella! Super parabéns, incrivelmente bem escrito.
    Acho a história de Ruanda fascinante. Tanto pelo lado positivo (extraindo com dificuldade um) quanto pelo negativo.
    Ah, eu não sabia desse segundo filme... Vou pegar pra ver!
    O primeiro, vi pelo menos umas 4 vezes na escola, em anos consecutivos. Depois vi em casa de novo, e choro invariavelmente todas as vezes.
    Choro porque é tocante, e também por me sentir um lixo, parte dessa maioria que apóia dos opressores, os mais desalmados e nos tornamos alheios, indiferentes, babacas ._. Uma merda, isso.
    Mas vou alugar esse segundo filme... E parabéns de novo pelo texto!

    ResponderExcluir
  4. Os textos de Stellitcha, como sempre, calando a boca da gente... Tenho um pensamento muito crítico, bem parecido com o da tia, talvez ainda não tão desenvolvido, toda revoltadinha. Mas confesso que, às vezes, me desanimo porque, no fim das contas, são esses 'deuses' que mandam. Parece até que os verdadeiros caçadores são minoria nessa Terra de ninguém.

    ResponderExcluir
  5. Poxa...muito bom o conteúdo, eu simplesmente amei, se pudesse bateria palmas pra vc, conteúdo riquissimo mesmo, meus parabéns ... ^^ visite-nos qdo puder/quiser

    ResponderExcluir
  6. muito interessante!
    e as raças diferentes de seres humanos no futuro?
    se diferenciando pela forma do rosto, bem bacana
    e assustador!

    veja tbm
    www.ovolumeunico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Peraí que eu vou limpar o chão da cozinha e já leio! rsrsrs
    FREUD ALERTA - Mania de limpeza pode estar ligada à repressão sexual!
    Lindo texto para um mundo tão cruel!

    Ass: Viviane (predadora, fazê o que?)

    ResponderExcluir
  8. Muito bom o texto... vou me olhar no espelho hoje e refletir um pouco a respeito!!!

    ResponderExcluir
  9. Caralhoooow... (Vou soltar uns palavróes por que vi que voce tambem é meio adpeta huhauahua) Muito foda o seu texto... Fala sobre o que a merda da ONu anda fazendo no mundo... Nada, absolutamente nada... Só uma força de paz porcaria no Haiti que não resolve nada... E olhe lá... E ficou muito bem detalhado a forma que voce fala sobre a facilidade de enganar a massa de manobra só com um elogio... Sinceramente... Muito bom...

    ResponderExcluir
  10. Nossa... Simplesmente maravilhoso seu texto! E muito, muito... Reflexivo!
    Fico aqui pensando em tudo o que escreveu, é o que acontece com certeza... Salva-se quem eles querem, ferrem-se os que eles acreditam que não tem importância. E dai??? Enquanto aceitarmos tudo, enquanto formos manipulados... Nada vai mudar. Infelizmente as coisas acontecem assim.

    Parabéns pelo excelente texto.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Hotel Ruanda é um dos filmes mais tristes que eu vi =S
    enfim, texto espetacular!
    sabe se expressar perfeitamente bem.. amei!*-*
    beijos meu bem ;*

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia essa istoria, realmente a midia deve ter escondido de nós. O que mas revolta é que a ONU fala que protege os paises contra a guerra, mas até hoje só vi protegendo paises ricos.

    ResponderExcluir
  13. Outro texto muito bom, pra ficar mto tempo pensando no q foi dito. Da vontade de agradecer por vc ter escrito.

    ResponderExcluir
  14. Stella desta vez você se superou mesmo, o texto é fantástico. Ao analisarmos bem o que acontece por aqui percebemos que os predadores estão fazendo exatamente isso, aplicando a cartilha Stalinista, dividindo a sociedade em classes, raças, etc... para desestabilizar a sociedade e garatir o poder eterno.

    ResponderExcluir
  15. os posts da Stella são muito bons, principalmente por não tratar apenas de assuntos feministas, você aborda temas ótimos e tem uma ótima visão de tudo. sem falar nos fatos históricos que você cita.
    Titia Stella, sou sua fã. auheio
    um beeijo

    ResponderExcluir
  16. Mais um texto muito bem redigido, Stellinha! Parabéns! Esse blog ainda vai fazer muuuito mais sucesso ;)... Bjo... Zizi

    ResponderExcluir
  17. Finalmente um blog decente,os blogs que vejo por ai e que são feitos pela mulherada sempre são fúteis e etc.,adorei,to rindo até agora do "baixinho com cara de buceta",puta muito bom,acompnharei sempre...

    ResponderExcluir
  18. hauahuahuahau MUITO BOM O POST!
    Devo admitir que quando vi o nome pensei que fosse mais um blog com posts do tipo 'Como deixar as unhas maiores'... Aham, tá!
    Maas sério, excelente o texto! Fiquei imaginando, os vesgos estariam entre os que olham para a frente ou para o lado? huahauahuahua (não q eu seja >:X)
    Realmente faz sentido a coisa de olhar pra frente, e afirmando: foi extremamente bom visitá-las (e encgraçado a zuação com hitler) :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Putz, cada vez gosto mais dos textos da Stellinha (que intimidade)...
    E com certeza é bem assim, todos os dias somos entupidos com informações tidas como verdadeiras e que muitas vezes é uma farsa, que a mídia coloca para defender os interesses de quem convém!!
    Frenteeee, e ai deles que se bobeiem em irem se afastando...

    ResponderExcluir
  20. seu blog está ÓTIMO! :)
    passe no meu, beijos

    ResponderExcluir
  21. concordo
    Ruanda é o cú do mundo só podia dar em merda

    se quiserem retribuir a visitinha fiquem a vontade

    http://grudeichicletes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Dar a cara a tapa é uma qualidade de poucos, muitos pensam que não adianta mudar que não vai acontecer nada, se acomodar é dos fracos.
    Faço o pouco que lhe convém q já é muito do nada que se tem.

    ResponderExcluir
  23. muito bom o post, gostei bastante do blog

    ResponderExcluir
  24. Um Blog com textos bem feitos e bem pensados em meio a tanta porcaria.

    ResponderExcluir
  25. Um belo, oportuno e surpreendente texto, numa época de tanto individualismo e de crença "cega" nos bons propósitos dos mocinhos do mundo. Parabéns, mesmo!

    ResponderExcluir
  26. Humildade não?
    Modestia sim!
    Quem está no inferno que abrace o diabo pra se proteger.
    Ou se queime em Ruanda.

    O mundo não é um conto de fadas.

    ResponderExcluir
  27. Isso é uma das questões mais QUESTIONADAS em vestibulares.

    Tudo isso que aconteceu na África, em especial na Ruanda, tudo foi uma corrida por conquista de mercados. Mas cadê que mercados consumidores Eles conseguiram? Só conseguiram atiçar cada vez mais os conflitos tribais já existentes por lá.

    ResponderExcluir
  28. Tadinha da Ruanda, o povo lá já sofre tanto! esse eh mais um texto conciso e bem pensado do mulherices, muito bom!

    ResponderExcluir
  29. Não vi esse filme mas vou dar uma olhado parece ser bom bom text como sempre


    http://midiasocialbrasil.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Para mim, esse foi o seu melhor texto do blog. E claro, como característica, ligar atos simples a ações imensas. Nos faz ver o quanto somos manipulados pela mídia, principalmente os que acham que assistir o JN todo dia e o Fantástico já está suficiente bem informado. Para presas sim! E isso me desistimula muito enquanto futura jornalista. É um ciclo vicioso. Os futuros formadores de opnião estão sendo "capacitados" com esse tipo de NÃO informação. E nesse país para se chegar onde quer precisa se vender, "se quer ganhar dinheiro, precisa transmitir o que queremos". Quantas Ruandas mais? Acho que já estamos na Ruanda.E nem a ONU, nem ninguém quer saber. "Um americano gorducho e hipocondríaco vale quantos brasileiros pretos, analfabetos e miseráveis? Hein, dona ONU? Uma vida não deveria ter exatamente o mesmo valor da outra?" Pois é, bem-vindos a Ruanda! E salve-se quem puder! Ou, seja predador quem souber ...

    ResponderExcluir
  31. Gostei, um texto rico em detalhes, me inspirou até certa nostalgia!

    ResponderExcluir
  32. Vim agradecer a visita de Mulherices no meu blog, e que sorte que vim!!!Amei o blog! E esse texto? Maravilhoso. Acho que vou dar pros meus filhos lerem, nunca vi uma aula de história dada de uma maneira tão gostosa!!!

    Bjoo querida e parabéns!!!

    ResponderExcluir
  33. Simplismenté Fantástico esse post!!! parabéns!! só não gostei da linguagem vulgar....no resto parabéns!!!
    comenta no meu blog:
    http://flp30.blogspot.com/2009/10/movimento.html#comments

    ResponderExcluir
  34. O texto é maravilhoso e se analisarmos existem muitos predadores nos dias atuais.

    ResponderExcluir
  35. É incrivel como podemos perceber quem é predador, quem é para ser caçado. Quem tem voz ativa e quem é totalmente passivo de opiniões. Os animais que possuem olhos voltados pra frente, nada mais são, do que predadores incriveis, enquanto os outros... bom. você já falou tudo!
    bjos

    ResponderExcluir
  36. Excelente texto Stella,
    já vi Hotel Ruanda e concordo com quase tudo o que você disse. Quase, porque colocar "Americano Gordo", "Inglesa Velha", "Francês Viado" e "Canadense Branquelo" no texto não deixa de ser parecido com o sentimento Hutu para com os Tutsis. Preconceito não se combate com mais preconceito. Americanos, Ingleses, Franceses e Canadenses não são predadores. Seu governos Neo-liberais liderados por Mega Corporações é que são. Os povos desses paises são apenas alienados em sua própria "liberdade" e "democracia". E nós, brasileiros, temos nossa parcela de culpa, afinal, fim de ano tem carnaval, tem copa do mundo, e, o que nesse mundo é mais importante para nós?

    ResponderExcluir
  37. Eu nunca vi um blog,criado a partit do blog,que tivesse tantos comentarios,e pessoas realmente interessadas,e com ideias interessantes...

    Parabens por ser a fundadora de algo assim!

    ResponderExcluir
  38. A ONU e seu bando de hipócritas! Incrivel como existem pessoas que acreditam em tudo que a ONU prega. Ela visa o interesse dos Estados Unidos e seu povo. Apenas isso! Organização das Nações Unidas? Aonde que estão unidas? Estão monopolizando o mundo, isso sim! Dizem que o mundo não tem um dono, mas sim, o mundo tem um dono e este chama-se Barack Obama atualmente, ou melhor, Estados Unidos. É um pais que manda no mundo todo. Devemos aceitar isso? Acho que não! Mas até que um chefe de estado se ligue que algo errado está acontecendo, a humanidade já terá sido extinta!

    http://cerebro-musical.blogspot.com

    Em busca de parceiros =)

    ResponderExcluir
  39. Gostei da analogia que você fez ao relacionar seres humanos e eventos históricos aos animais e as suas típicas condições na cadeia alimentar.
    Achei realmente inteligente, além de ter gostado da sua incursão por momentos históricos interessantes, como o problema ocorrido em Ruanda.
    Muitas pessoas, aliás não têm a mínima idéia do que aconteceu naquelas regiões.
    Outro ponto que acho interessante citar é o ditador Idi Amin, que tomou o poder com apoio da população e rapidamente se tornou num dos mais perigosos governantes da África.
    Bem cultural o post, vale a pena.

    ResponderExcluir
  40. Mt bom o texto, ótimas analogias e ótimos exemplos

    bom mesmo

    se puder passa lá

    http://oarlecrim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. Preciso ver o filme urgente...
    Parabens pelo texto muito bem redigido.

    http://rodzonline.blogspot.com/

    abçs

    ResponderExcluir
  42. É como ja disseram aqui, texto realmente muitoooo bom! Bem escrito, bem simples de entender!
    Está de parabéns!
    Passa no meu ?
    http://umpoucoodtudo.blogspot.com/

    Ultimo post: Rostos Iguais, pessoas diferentes!

    Como o tempo, é capaz de mudar, as coisas...
    ... e as pessoas!

    Beeijos, Blogueiras :D

    ResponderExcluir
  43. isso ficou tão abafado''
    que eu não sabia disso até agora

    muito informativo, eu bati o olho no post, e ja me liguei quem estava digitando este artigo, fico feliz de ler tanta informação, e triste de ler tanta barbaridade que não foi interrompida em pleno final do século XX =\

    vc é bom? tente ser melhor, a cada dia, mas nunca se esqueça vc é humano

    a ONU não é tão humana assim

    vamo botar fogo na ONU

    adoro o blog, e deixo meu apoio aqui, teus artigos realmente bombaM!

    OPA é verdade, 8 gatos? Jesus! WTF? XD

    bjos

    ResponderExcluir
  44. Querida amiga avassaladora...Gosto da ideia de caeteno alertando que "O haiti é aqui"... que tal adaptar e dizer "Ruanda é aqui" ... ou melhor ainda... "caridade começa em casa"... no caso, aqui no Brasil temos uma guerra travada todos os dias em diversar localidades... guerra contra inimigos nem sempre tão claros e identificados... Tenho apreço pela dor e misereria dos Ruandenses, mas prefiro olhar a comunidade que me cerca e lutar nas trincheiras daqui... aos Ruandenses, minhas orações.

    ResponderExcluir
  45. Os textos das outras duas moças costumam ser legais. Mas o seus textos, Stella, os seus textos são simplesmentes magníficos. Sapatos, cabelo, esmalte e homens que se danem, há coisas que merecem muito mais da nossa atenção e preocupação. As pessoas, como a colega aí de cima, dizem que preferem se preocupar com os problemas mais, digamos, "acessíveis", do que pensar no povo láááááá da África. Pois é, mas também não fazem nada pra mudar o que de errado acontece no seu país, na sua cidade, no seu bairro que seja. Chutam animais abandonados, feridos e com fome, depois fazem doações insignificantes pra entidades assistenciais e pronto, "fiz minha parte!". A gente TEM SIM que pensar mais longe, e mais a longo prazo, porque se continuar assim, mais cedo ou mais tarde, é o mundo que vai pro buraco, levando toda essa gente mesquinha, hipócrita e falsa que o está povoando.

    Você fuma, se quiser bebe, gosta dos animais, se preocupa com as causas que devem nos preocupar... E na boa, é inteligente demais pra gastar seu latim dando "dicas de como não se fuder num relacionamento".
    Parabéns, Stella, você é incrível!

    ResponderExcluir
  46. Nossa muito bacana seu blog! Uma estética muito linda!
    Vou ser seu leitor com certeza irei repassar tmb.
    Abraços
    Leonardo Bento (Marido Sanduíche)

    ResponderExcluir
  47. Só tenho uma palavra que descreve seu Blog: FANTÁSTICO.
    Nunca ví alguém ter tanto conteúdo como Você :OO
    Realmente me Choquei.
    Sucesso com o Blog.

    ResponderExcluir
  48. Amei seu blog!
    Ele tá muito bonito!^^

    ResponderExcluir
  49. Acredito que o texto sobre Zuzu Angel tenha sido o mais lido sim, é uma história real que a grande maioria dos jovens não conhecem.

    ResponderExcluir
  50. Mais um texto espetacular dessa q é a mais original blogueira q eu conheço. Mta informação, como sempre veiculada de uma forma inacreditavelmente bem humorada e acessível. Parabens, de verdade.

    ResponderExcluir
  51. muito bom o texto...bem interessante...e vou procurar esse texto sobre zuzu,,,fikei curioso...ate,,,

    ResponderExcluir
  52. É o típico texto longo, que começa de uma idéia bem geral e vai afunilando para chegar no tal paisinho de merda encravado na África.
    Aquele lugarzinho que provocou uma das piores carnificinas que o mundo já viu.
    E tudo por que?
    Para mostrar quem é o predador e a presa.
    Demonstração idiota de poder

    ResponderExcluir
  53. O sucesso deste post na opinião dos visitantes é caracteristica da importancia dele, seu blog fez uma ótima análise, adorei os vídeos, tudo muito bem explicado.

    BLOGdoRUBINHO
    www.blogdorubinho.com.br
    www.twitter.com/rubenscorreia

    ResponderExcluir
  54. Ruanda é mesmo um paisinho de merda governado por ditadoreszinhos militares. Só ficou conhecido por causa do filme mesmo...ótimo texto by the way

    ResponderExcluir
  55. OI Stella, depois de ler seu texto acho que vou beber umas doses....me acompanha?
    Parabéns....beijos
    Eloisa Vitz

    ResponderExcluir
  56. hum! depois de ler sobre os animais me animei a ter um felino em casa1
    asa negras
    bruno wolff
    http://brunocontosdeterror.blogspot.com/

    contos de terror.

    ResponderExcluir
  57. A escola não fala sobre esse acontecimento porque não cai em vestibular, o que dificulta uma certa crítica por parte de alunos para com a ONU. Geralmente aprendemos a odiar as potências por seu passado mais antigo, quanse sempre por não conhecer a história mais recente de alguns países que sofrem calados. Adorei esse post.

    ResponderExcluir
  58. Nuss... que post imenso! rsrs
    muito bem feito,e o assunto não fica atrás, falando sobre o conflito na palestina!
    :D

    abraços

    ResponderExcluir
  59. Você escreve muito bem! Que timing para as gracinhas, como a do personnal stylist e a do senhor barbudo que é a cara de Dom Pedro II! Abraços e sucesso com blog!

    ResponderExcluir
  60. Você escreve muito bem! Que timing para as gracinhas, como a do personnal stylist e a do senhor barbudo que é a cara de Dom Pedro II! Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  61. É realmente notável a forma como você escreve seu texto e nos conduz para um raciocinio muito bem elaborado passando por interessantes metáforas que nos fazem refletir sobre como funciona esse sistema tão presente na sociedade e no poder, seja ele qual for, não é mesmo?
    sucesso

    ResponderExcluir
  62. Tenho medo de pensar onde estarão os olhos de meus decendentes, será que sou presa? (mo trabalho certamente sim...) Serei eu uma predadora?? (na cama, com certeza...)

    bjihos mulherada do mulherices

    ResponderExcluir
  63. O seu texto é pra mim, um misto de revolta com consciência.
    Gostei muito da sua visão, de como você me fez enxergar e da sua comparação com os animais.
    Ai de nós se fossemos instintivos como animais.
    Não seríamos tão podres.
    Enfim, gostei bastante também do que você sobre a ONU, é exatamente como penso. A ONU defende o que os EUA defendem e é isso aí, é uma instituição dos ESTADOS UNIDOS, não das nações.
    Com certeza a ONU tem olhos pra frente, como o Gato. `
    Parabéns, vc escreve MUITO bem.
    Gostei muito.

    ResponderExcluir
  64. Belíssimo texto!
    O que não é belo é o que - infelizmente - é retratado nele. Uma vergonha. Os "brancos" vão e exploram, criam duas raças e vão embora e deixam o povo entregue a vontade de Deus. O pior é que os mesmos brancos, representados na ONU não faz nada para acabar com o conflito(dos EUA e da Inglaterra já era de se esperar, mas da ONU). Os outros povos só intessam para eles, como você disse, quando têm petroleo ou outra riqueza. Seres humanos negros? Pra que se importar, não é mesmo?

    Veja o que está acontecendo com Angola que só conseguiu acabar com a guerra civil com a ajuda dos "comunistas comedores de crianças" (pelo menos é essa a imagem que os conservadores tentam nos vender através do que? Da mídia) cubanos. É, cubanos, que moram naquele país pobre bem próximo dos EUA, mas essa é outra história. Agora que Angola descobriu muito petróleo em suas terras agora recebem visita - veja que ironia - de um Clinton, a Hillary.

    Falei de Angola só para exemplificar como os países ricos e brancos(não gostaria de fazer essa distinção de raça, mas não conheço nenhum país negro que seja rico) vêm os países negros e pobres.

    ResponderExcluir
  65. Adoro esse blog! Sempre com postagens que nos levam a ler a apreciar cada temática, independentemente de seu tamanho!
    E quanto ao filme, Hotel Ruanda é uma obra belíssima que nos leva a refletir, e muito! Devemos degustar cena por cena!

    www.sinaldoluna.blogspot.com

    ResponderExcluir
  66. caracaaaaaa, eu tenho que ver esse filme! Excelente esse texto. Mostra como esses gringos fdp controlam o NOSSO mundo sem a gente nem perceber!

    ResponderExcluir
  67. Adorei o post,já tinha visto esse filme.Uma Lição em tanto.Mesmo querendo fugir,a responsabilidade de chama.

    ResponderExcluir
  68. Oi, Stella. Hoje me deu vontade de ver o blog de vocês. Achei interessante o artifício de que você se utilizou para introduzir o seu texto:a posição dos olhos de certos animais.

    OLha, sobre essa questão aí, a gente só vale o que tem. Se você não tem nada, ninguém se importa com você. A gente percebe isso até em nossas relações no dia-a-dia. Sempre temos mais tendências a nos preocuparmos, nos importarmos mais com quem tem alguma coisa. Até as nossas autoridades são assim. Aqueles garotos que estão desaparecidos em Goiância quem está fazendo alguma coisa? Ninguém e se estão se mexendo, ainda que a passo de tartaruga, é tão somente por pressão da mídia, estamos em época de eleição e tudo isso conta. Mas a má vontade ali é visível. Imagine se fosse 5 garotos filhos de grandes empresários que estivessem desaparecidos? Com certeza, o tratamento seria outro. Ora, se até em determinadas necessidades diárias, vemos tais diferenças, o que dirá quando essas necessidades são de outro país que na tem a oferecer aos grandes? É duro dizer e ouvir isso:a gente só vale aquilo que tem. Mas é a pura realidade.

    O brasil mesmo só tem algum valor para esse grandes países devido a sua grande abundância em recursos naturais. Se nçao fosse isso, ninguém tava nem aí para o Brasil também. A gente só vale o que tem. Sempre foi assim e sempre será.

    ResponderExcluir
  69. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  70. Eu sou presa desde o nascimento :preta, pobre, e mulher.
    Não que eu aceite ou me conforme,que não enxergue ou não procure sair desta situação.Não sou vítima, porque não me deixo enganar...Conheço minhas limitações...e procuro superar SOZINHA...porque ninguém no mundo têm interesse em ajudar minoria.Para quê? E no mundo do capital...o predador é aquele que têm o bolso mais cheio.

    ResponderExcluir